Mercado fechará em 3 h 55 min
  • BOVESPA

    113.817,50
    +2.633,55 (+2,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.546,29
    +168,82 (+0,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,89
    +2,61 (+4,26%)
     
  • OURO

    1.717,00
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    49.550,06
    -1.306,52 (-2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    994,71
    +7,51 (+0,76%)
     
  • S&P500

    3.831,98
    +12,26 (+0,32%)
     
  • DOW JONES

    31.352,78
    +82,69 (+0,26%)
     
  • FTSE

    6.644,31
    -31,16 (-0,47%)
     
  • HANG SENG

    29.236,79
    -643,63 (-2,15%)
     
  • NIKKEI

    28.930,11
    -628,99 (-2,13%)
     
  • NASDAQ

    12.679,75
    -2,00 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7221
    -0,0566 (-0,83%)
     

Boeing orienta pilotos após acidente de 737 na Indonésia

Alan Levin
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Boeing emitiu um boletim de segurança lembrando os pilotos das medidas necessárias para garantir que eles mantenham o controle de suas aeronaves após o acidente com o avião na Indonésia no mês passado.

O Boletim Técnico de Operações de Voo, com data de segunda-feira, foi enviado a clientes da Boeing em todo o mundo. Seu objetivo é “reforçar o monitoramento ativo da tripulação de voo do estado do avião e do gerenciamento da trajetória de voo para evitar problemas com a aeronave.”

Embora não aborde especificamente o voo SJ182 da Sriwijaya Air -- que entrou em um mergulho abrupto logo após a decolagem em 9 de janeiro, matando todas as 62 pessoas a bordo -- é um lembrete de alto nível para os pilotos monitorarem suas aeronaves quanto aos tipos de problemas que ocorreram antes do acidente e como se recuperar de tais situações.

“A perda de controle em voo continua sendo a maior causa de fatalidades na aviação comercial”, disse a empresa no documento analisado pela Bloomberg News. “Este boletim tem como objetivo reforçar a importância do monitoramento ativo do estado do avião enquanto a trajetória de voo é gerenciada.”

A Boeing disse em comunicado enviado por e-mail que “se comunica regularmente com os clientes sobre como eles podem operar seus aviões com segurança e confiança.”

Sistemas Complexos

No boletim, a Boeing lista várias causas que podem desencadear uma perda de controle, que incluem mau funcionamento e ações incorretas dos pilotos. A prevenção a esses problemas “envolve a participação ativa de ambos os pilotos”, disse.

Também alertou contra distrações e complacência. “Os sistemas de controle de voo altamente automatizados e confiáveis reduziram muito as cargas de trabalho dos pilotos, mas a necessidade de monitoramento de sistemas complexos aumentou”, disse.

Como no acidente de Sriwijaya Air, que começou com o que parece ter sido um problema relativamente menor com o controle automático do acelerador do jato, a Boeing disse que os pilotos precisam ficar atentos a sinais de atividade de voo incomum.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.