Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.611,65
    +1.322,47 (+1,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.466,02
    -571,03 (-1,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,85
    +0,24 (+0,28%)
     
  • OURO

    1.797,40
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    36.873,18
    +610,51 (+1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    833,40
    +13,90 (+1,70%)
     
  • S&P500

    4.326,51
    -23,42 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.160,78
    -7,31 (-0,02%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.691,88
    -115,12 (-0,48%)
     
  • NIKKEI

    26.569,21
    +398,91 (+1,52%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    +116,25 (+0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0248
    +0,0008 (+0,01%)
     

S&P 500 e Dow Jones sobem com impulso de setor financeiro e Boeing

·1 min de leitura
Fachada da Bolsa de Nova York

(Reuters) - Os índices Dow Jones e S&P 500 se recuperavam nesta quinta-feira, impulsionados por ações do setor financeiro e da Boeing, enquanto o crescente número de casos de Covid-19 pela nova variante Ômicron globalmente continuava a ditar volatilidade nos mercados.

Os papéis da Boeing Co saltavam 3,5%, depois que a autoridade de aviação da China emitiu uma diretriz de aeronavegabilidade para os jatos 737 MAX que ajudará a pavimentar o caminho para o retorno do modelo ao serviço no país asiático.

Kroger Co disparava 9,9%, liderando os ganhos no S&P 500. A varejista elevou suas previsões de vendas e lucro para o ano cheio, com estimativas impulsionadas pela demanda sustentada por mantimentos.

As ações de viagens e lazer se recuperavam, com os índices S&P 1500 Airlines e S&P 1500 para empresas do setor de hotéis, restaurantes e lazer em alta de 4,5% e 2,8%, respectivamente.

Todos os 11 principais setores do S&P avançavam no pregão, com oito deles com alta de mais de 1% cada. O setor financeiro estava na dianteira com aumento de 2,3%.

Às 12:55 (horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 1,07%, a 34.387 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,53%, a 4.537 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq recuava 0,4%, a 15.192 pontos.

O índice de volatilidade da CBOE, também conhecido como uma medida do medo de Wall Street, estava em 29,87 pontos, queda de 4,02%, um dia depois de atingir seu nível mais alto desde fevereiro.

(Por Devik Jain e Anisha Sircar)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos