Mercado fechará em 6 h 29 min
  • BOVESPA

    119.697,69
    +400,55 (+0,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.503,71
    +151,51 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,46
    +1,28 (+2,13%)
     
  • OURO

    1.735,80
    -11,80 (-0,68%)
     
  • BTC-USD

    64.248,00
    +1.207,94 (+1,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.381,35
    +5,58 (+0,41%)
     
  • S&P500

    4.139,54
    -2,05 (-0,05%)
     
  • DOW JONES

    33.685,83
    +8,56 (+0,03%)
     
  • FTSE

    6.911,20
    +20,71 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    28.900,83
    +403,58 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    29.620,99
    -130,61 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    13.993,50
    +17,75 (+0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8508
    +0,0196 (+0,29%)
     

BOE entre instituições que não cumpriram metas de gênero em 2020

Tom Metcalf
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O Banco da Inglaterra e a Autoridade de Conduta Financeira estão entre dezenas de organizações que não cumpriram a meta de promover mais mulheres para cargos de chefia no Reino Unido no ano passado.

Quarenta e quatro organizações, que incluem o Lloyds Banking e o UBS, não cumpriram as promessas para promover mulheres no setor de finanças sob um programa do Tesouro do Reino Unido, de acordo com a quarta revisão anual publicada na quarta-feira. A BlackRock por pouco não atingiu sua meta de 30% no fim de 2020, mas que foi alcançada no início de 2021, disse o relatório.

Os primeiros signatários da carta tinham até o final de 2020 para assegurar que 30% dos altos cargos fossem ocupados por mulheres, embora algumas organizações estabeleçam metas mais ambiciosas, incluindo o BOE, a Autoridade de Conduta Financeira (FCA, na sigla em inglês) e o Lloyds.

A Covid-19 foi um dos motivos mais citados por não atingir esses objetivos. As empresas também citaram reestruturações e a desaceleração das contratações, principalmente nos cargos de chefia.

Dos 209 signatários analisados no relatório, 37 - incluindo a Schroders e o próprio Tesouro britânico - cumpriram as metas para 2020. Barclays e Aviva estão entre os 35 que atingiram as metas antes do prazo. Do restante, cerca de 80% disseram que estão no caminho para cumprir prazos posteriores.

“Vemos um progresso notável desde 2016”, disse Catherine McGuinness, que preside o comitê de políticas da City of London Corp., uma das patrocinadoras do relatório. “No entanto, mais precisa ser feito.”

O relatório é parte de várias iniciativas para aumentar a diversidade em finanças. Nikhil Rathi, CEO da FCA, disse em discurso que as empresas que pretendem estrear na Bolsa de Londres podem enfrentar novas exigências sobre a diversidade dos conselhos.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.