Mercado fechará em 3 h 30 min

BOE demonstra primeira tela de 600 Hz para notebooks gamer do mundo

Durante conferência mundial de displays realizada na China, a BOE apresentou nesta semana o primeiro monitor para notebooks gamer do mundo a atingir taxa de atualização de 600 Hz. O painel teve poucos aspectos revelados, ainda que prometa tempos de respostas baixos, e esteve acompanhado de diversas outras soluções baseadas na tecnologia Mini LED que prometem performance intensa de HDR e contraste extremo.

O display para notebooks de 600 Hz foi apresentado durante a World Display Industry Conference 2022, realizada nesta semana na China, e equipava um laptop gamer desconhecido — pelo design, é provável que se trate de um futuro dispositivo da ASUS. Nenhum detalhe do aparelho foi revelado, mas é possível notar na imagem publicado pelo portal ITHome as etiquetas das família AMD Ryzen e GeForce RTX, ainda que não indiquem quais modelos de CPU e GPU foram utilizados.

Também não há muitas informações sobre a tela em si, mas sabe-se que o display possui 16 polegadas, aparenta contar com proporção 16:10, é baseado na tecnologia LCD e promete tempos de respostas bastante baixos — o que pode indicar se tratar de um painel IPS. A tela mais veloz disponível para notebooks no momento é a opção de 480 Hz oferecida pela Dell no Alienware X17 R2, o que coloca a novidade da BOE 25% a frente, com 120 Hz a mais.

Com 16 polegadas e proporção de 16:10, a tela de 600 Hz para notebooks gamer da BOE promete tempos de resposta baixíssimos (Imagem: Reprodução/ITHome)
Com 16 polegadas e proporção de 16:10, a tela de 600 Hz para notebooks gamer da BOE promete tempos de resposta baixíssimos (Imagem: Reprodução/ITHome)

A taxa impressiona mesmo quando comparada a monitores para desktop, que haviam atingido no início deste ano os 500 Hz, em um painel IPS LCD especial da própria BOE. A existência de uma tela com taxas tão elevadas também pode ser indicativo da potências das GPUs mobile da próxima geração — é provável que ao menos os modelos mais robustos tenham fôlego para fornecer taxas de quadros suficientes para atender o novo display.

Como é costume nessas apresentações preliminares, ainda não se sabe quando veremos laptops adotando a tela de 600 Hz, mas existe a possibilidade de vermos um novo teaser já em janeiro, durante a CES 2023, como foi o caso da tela de 480 Hz no início deste ano.

BOE apresenta OLED dobrável e Mini LED de 165 Hz

Além da solução para notebooks, a BOE apresentou ainda displays para outros segmentos e dispositivos, começando por uma tela OLED dobrável, que chegaria para competir com a Samsung Display ao atender notebooks e tablets dobráveis. O painel apresenta tamanho de 17,3 polegadas, um dos maiores disponíveis, e teria 100% de cobertura da gama DCI-P3, também suportando uma segunda dobra para aparelhos em formato de "Z".

A BOE também preparou uma tela OLED dobrável de 17,3 polegadas e cobertura de 100% da gama de cores DCI-P3 (Imagem: Reprodução/ITHome)
A BOE também preparou uma tela OLED dobrável de 17,3 polegadas e cobertura de 100% da gama de cores DCI-P3 (Imagem: Reprodução/ITHome)

Outro destaque foi a tela Mini LED de 34 polegadas pensada para monitores gamer. Além de taxa de atualização de 165 Hz, o display teria tempo de resposta de 1 ms, a menor disponível para tecnologia LCD, contaria com certificação HDR1000, que garante picos de brilho de 1.000 nits durante a reprodução de conteúdo em HDR, e teria contraste muito intenso de 100.000:1, número extremamente elevado para a categoria — os melhores monitores Mini LED não costumam passar de 50.000:1.

A empresa também está investindo forte no Mini LED, incluindo um display para monitores de 34 polegadas com HDR1000 e contraste intenso de 100.000:1 (Imagem: Reprodução/ITHome)
A empresa também está investindo forte no Mini LED, incluindo um display para monitores de 34 polegadas com HDR1000 e contraste intenso de 100.000:1 (Imagem: Reprodução/ITHome)

Fecha o pacote de novidades o display MLED — tecnologia de painel LED transparente da BOE — com 86 polegadas e resolução 4K. Nele, chamam atenção o brilho de até 1.500 nits, impressionante para uma tela transparente, e a presença de 2.000 zonas de iluminação, utilizadas para controlar a luz em cenas claras e escuros, de maneira quase similar ao OLED.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: