Boa Vista: novos inadimplentes crescem 3,5% em novembro

Os novos registros de inadimplentes aumentaram 3,5% em novembro ante outubro, mostraram dados da Boa Vista Serviços divulgados nesta terça-feira. No período de 12 meses até novembro, houve aumento de 5,3% comparado com o mesmo intervalo de um ano atrás. O indicador, no entanto, desacelerou o ritmo de crescimento da inadimplência. Na comparação com novembro de 2011, foi registrada uma variação negativa de 0,6%.

O valor médio das dívidas incluídas em novembro foi de R$ 1.162, cifra 0,2% maior do que em outubro após ajustes pela sazonalidade e inflação, aponta a Boa Vista em comunicado à imprensa.

De acordo com a nota, colaboraram para a desaceleração no aumento de inadimplentes a melhoria nas condições de crédito na economia, influenciadas pela queda na taxa básica de juros e spreads bancários, além do aumento da população com vínculo empregatício neste ano.

Norte e Nordeste apresentaram as menores elevações, 0,9% e 2,5%, comparando-se os dados em relação a outubro. As mesmas Regiões acumulam o menor crescimento nos últimos 12 meses sobre um ano antes: ambas avançaram 0,4%. A Região Sudeste também teve expansão de 0,4% comparado a novembro do ano passado e 3,2% sobre outubro.

Recuperação de crédito

O indicador de recuperação de crédito - obtido a partir da quantidade de exclusões dos registros de inadimplentes - cresceu 1,9% em novembro ante outubro. De acordo com a Boa Vista, o indicador apresenta tendência de crescimento, acumulando nos últimos 12 meses 14,5% mais exclusões do que nos 12 meses anteriores.

A empresa espera ainda a "manutenção da tendência de crescimento do indicador em 2012". "Estimativas da Boa Vista Serviços indicam uma variação acumulada em 2012 de 13%, quando comparado a 2011", conclui o comunicado.

Carregando...