Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,85
    -0,50 (-0,81%)
     
  • OURO

    1.794,90
    +1,80 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    52.727,57
    -2.989,51 (-5,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.217,37
    -45,59 (-3,61%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.653,09
    +31,17 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    28.991,78
    +483,23 (+1,70%)
     
  • NASDAQ

    13.897,75
    -21,50 (-0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7071
    +0,0051 (+0,08%)
     

BNDES tem lucro recorde em 2020 com vendas de participações em empresas

Rodrigo Viga Gaier
·1 minuto de leitura
BNDES

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) registrou lucro recorde de 20,7 bilhões de reais no ano passado, alta de 17% em relação a 2019, em resultado puxado pela oferta de ações da Petrobras, além da venda de participação na Vale>e Suzano.

"Foi excepcional", afirmou o presidente do banco, Gustavo Montezano, ao comentar os resultados, citando que os desinvestimentos ultrapassaram 45 bilhões de reais.

O BNDES atingiu em 2020 desembolsos de 64,9 bilhões de reais, alta também de 17% na comparação ano a ano, encerrando o período 120 projetos em carteira e possibilidade de investimentos de mais de 200 bilhões de reais. "O que fizemos em 2020 podemos repetir em 2021", afirmou Montezano.