Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    59.842,82
    -1.109,75 (-1,82%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

BNDES Garagem seleciona 25 startups em programa de aceleração

·4 minuto de leitura

O BNDES Garagem, programa de aceleração de soluções de impacto social ou ambiental, selecionou 25 startups para participarem da primeira fase, focada em tração, voltada a empresas que já criaram um produto mas ainda buscam apoio para crescer.

Elas foram as eleitas em um grupo de 1.366 empreendimentos que se inscreveram no programa do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em parceria com o grupo de aceleradoras AWL (a ONG Artemisia, o hub de inovação Wayra e a plataforma de inovação Liga Ventures). O projeto aceitou inscrições de todos os setores, mas priorizou temas como educação, saúde, govtech e cidades sustentáveis.

Durante quatro meses, as 25 startups receberão apoio do banco, do consórcio e de parceiros do mercado para estimular seu crescimento e fomentar negócios e investimentos. Ao todo, 600 startups se inscreveram apenas para esta etapa. As outros 766 participantes se inscreveram para o segundo estágio, dedicado à criação, que apoiará até 20 negócios.

Neste segundo momento, as companhias receberão suporte para desenvolver seu produto mínimo viável (MVP, na sigla em inglês), validar a solução no mercado, lançar a startup e conquistar os primeiros clientes. A divulgação dos escolhidos para este estágio está prevista para outubro.

"São negócios de todas as regiões do Brasil que trazem soluções para desafios sociais, ambientais e de produtividade, estimulando o ecossistema do empreendedorismo no país e transformando positivamente a vida dos brasileiros na última milha", avalia Bruno Laskowski, diretor de participações do BNDES.

Veja abaixo as 25 startups eleitas para a fase de tração:

  • Arquitetura Faz Bem: realiza obras padronizadas em escala industrial, incluindo todo o projeto de arquitetura personalizado, construção e mão de obra;

  • Bright Cities: faz diagnóstico completo de cidades inteligentes para um município;

  • Caren: seu sistema permite que os profissionais de saúde acompanhem toda a jornada do paciente, do pré ao pós-atendimento e com alertas em caso de piora dos pacientes;

  • Central da Visão: desenvolve soluções capazes de criar pacotes completos de cirurgia até 40% mais baratos;

  • DARSH Soluções Educativas: criou uma tecnologia de análise de dados que auxilia gestores e professores de escolas públicas na avaliação de aprendizado e tomada de decisões em sala de aula;

  • Eneergia | See Energy: constrói soluções de eficiência energética por meio de um software como serviço;

  • Glic: plataforma que conecta paciente, médico, nutricionista e gestor populacional no acompanhamento do tratamento de diabetes;

  • Incentiv.me: oferece produtos e serviços para o ecossistema das leis de incentivo fiscal;

  • Korui Alternativas Ltda: desenvolve soluções menstruais reutilizáveis;

  • Lemobs: Cuida de um conjunto de plataformas pensadas para a melhoria dos serviços públicos municipais como saúde, ambiente e direitos humanos;

  • LiaMarinha: aplica tecnologias para melhorar a qualidade das águas sem usar produtos químicos e energia elétrica;

  • ManejeBem: trabalha com grandes empresas para desenvolver comunidades agrícolas rurais, com um app que fornece assistência técnica para elas;

  • Morada da Floresta: desenvolve soluções práticas para a realização da compostagem no local de geração dos resíduos, com fraldas e absorventes ecológicos;

  • Movimento #euvistobem: busca uma segunda chance para quem busca ressocialização, ao promover a produção de roupas com tecidos provenientes de reciclagem de PET em unidades prisionais em São Paulo;

  • Portal de Compras Públicas: divulga e opera as licitações de mais de 2.000 municípios brasileiros, centralizando alertas de oportunidades de negócio;

  • Recigases: atua na regeneração dos fluidos para seu estado original para voltem a ser utilizados nos equipamentos de refrigeração;

  • SDW: criou a Aqualuz, feito para solucionar a contaminação microbiológica da água de regiões áridas e torná-la própria para consumo;

  • Solos: ajuda marcas a acelerarem negócios de economia circular, com soluções que facilitam o descarte sustentável das embalagens;

  • Stella Energia: oferece assinatura online de energia renovável, mais barata que o custo atual da distribuidora de energia;

  • T&D Sustentável: desenvolveu um sistema de gestão de recursos hídricos que acusa a correção de vazamentos, traz técnicas de padronização de consumo e outros recursos;

  • Telite: recicla e transforma resíduos em novos produtos ecológicos e eficientes, como telhas de material reciclado;

  • TerraMares: produz biofertilizantes e biomoléculas usando microalgas brasileiras;

  • Toti Diversidade: plataforma de ensino presencial e online que capacita refugiados em diversas áreas da programação;

  • Troca: ajuda as empresas a medir, sensibilizar, educar e incluir a diversidade em seu ambiente;

  • Usucampeão: agiliza o processo da entrega das escrituras dos imóveis com entrega de certidões de regularização fundiária (CRF) em tempo recorde.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos