Mercado fechará em 4 h 38 min
  • BOVESPA

    108.663,93
    -1.681,89 (-1,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.985,72
    -391,17 (-0,76%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,52
    +0,23 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.864,40
    +16,60 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    29.027,31
    -1.367,54 (-4,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    646,98
    -8,84 (-1,35%)
     
  • S&P500

    3.879,92
    -93,83 (-2,36%)
     
  • DOW JONES

    31.395,60
    -484,64 (-1,52%)
     
  • FTSE

    7.492,06
    -21,38 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.748,14
    -253,38 (-0,94%)
     
  • NASDAQ

    11.630,00
    -405,25 (-3,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1877
    +0,0400 (+0,78%)
     

BMW terá baterias 30% mais baratas para enfrentar a Tesla

Toronto, ON, Canada - August 1, 2011:  BMW emblem and trademark kidney grille on a X6 M SAC (Sports Activity Coupe) in Silverstone Metallic.
As novas células serão fabricadas pelos parceiros da BMW (Getty Image)
  • BMW pretende competir com a Tesla utilizando baterias mais baratas

  • Aumento no preço de insumos para a produção de baterias tem atrapalhado os planos da montadora

  • A ideia era fazer com que veículos elétricos fossem competitivos no mercado

Para lutar contra o aumento de preço das matérias-primas, a BMW mudará para uma geração de baterias de baixo custo na nova plataforma de veículos elétricos, que será lançada a partir de 2025. A expectativa é que a alteração trará uma queda de 30% nos custos.

O site Bloomberg diz que a maior fabricante de carros de luxo do mundo usará células redondas em vez de prismáticas, seguindo os passos da Tesla., que usa uma forma cilíndrica há algum tempo.

As novas células serão fabricadas pelos parceiros da BMW, mas a empresa não revelou quais serão os escolhidos. Atualmente, a montadora compra baterias das empresas Contemporary Amperex Technology, EVE Energy, Samsung e Northvolt.

As células normalmente representam quatro quintos do preço de uma bateria. Essa redução de custos pode ajudar na modulação de preços, que ficou sob pressão com os aumentos recordes nos preços de insumos importantes, como lítio e níquel, desafiando as previsões das montadoras de vender veículos elétricos por uma margem semelhante aos carros com motor de combustão.

No ano passado, as montadoras pagaram uma média de US$ 118 por cada quilowatt-hora de uma bateria de veículo elétrico, de acordo com o estudo de 2021 da BloombergNEF sobre os preços das baterias de íons de lítio.

A densidade de energia das novas células BMW deve ser maior do que as células da Tesla. Isso pode ajudar a empresa a construir veículos elétricos com maior autonomia do que o concorrente norte-americano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos