Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.826,40
    -1.973,86 (-4,41%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

BMW vai apresentar carro feito com material 100% reciclável

·2 minuto de leitura

A BMW tem um plano de reduzir as emissões de carbono nos seus carros em pelo menos 40% até 2030. Para cumprir essa meta ousada, a fabricante com sede em Munique, na Alemanha, pretende aumentar a proporção de materiais reciclados e reutilizáveis na construção de seus veículos de 30% para 50% nos próximos anos.

Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira (2), Oliver Zipse, presidente do Conselho de Administração da BMW AG, detalhou diversos pontos do planejamento da companhia. Ele revelou que a BMW apresentará um carro-conceito feito 100% com material reciclável no Salão de Munique, que começará no próximo dia 7 de setembro.

Batizado de i Vision Circular, o modelo não será comercializado, mas tem representatividade na visão do alto executivo da montadora alemã, pois “incorpora a afirmação da empresa de ser o fabricante mais sustentável para a mobilidade individual premium”. O executivo disse ainda que o carro “fornecerá uma visão visionária sobre o potencial de uma economia circular e mobilidade sustentável”.

A única imagem divulgada e que faz referência ao i Vision Circular é, na verdade, de uma sombra. Ela mostra uma pilha de materiais recicláveis e, na frente dela, a projeção da sombra de um carro, que mostra leve semelhança com o i3, conhecido modelo elétrico da marca.

“A maneira como as empresas estão lidando com as emissões de CO2 se tornou um fator importante no julgamento de ações corporativas. O fator decisivo na luta contra o aquecimento global é o quão fortemente podemos melhorar a pegada de carbono dos veículos ao longo de sua vida útil. É por isso que nos propomos objetivos transparentes e ambiciosos de redução substancial das emissões de CO2. Eles são validados pela Science Based Targets Initiative e oferecerão uma contribuição eficaz e mensurável”, explicou Zipse.

Invasão de elétricos

Reduzir as emissões de carbono e aumentar a proporção de materiais recicláveis na produção dos carros são ações alinhadas com o Acordo de Paris. Segundo Zipse, “a proteção climática e a mobilidade individual não se contradizem necessariamente”. O executivo afirmou que é justamente o contrário: “Usando novas tecnologias e inovação, o BMW Group pode atender aos requisitos do planeta para maior sustentabilidade, sem que os clientes tenham que abrir mão da mobilidade individual”.

A projeção da fabricante alemã é de que, dentro dos próximos dez anos, sejam colocados nas ruas 10 milhões de veículos totalmente elétricos da marca. A montadora informou ainda que, em 2030, pelo menos metade das vendas globais do BMW Group será de veículos totalmente elétricos, com a marca MINI oferecendo veículos totalmente elétricos a partir desta data.

“Essa é uma questão estratégica, que diz respeito não só à sustentabilidade ecológica, mas também econômica; a atual evolução dos preços das commodities demonstra o impacto que uma indústria que depende de recursos limitados deve esperar”, concluiu o executivo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos