Mercado abrirá em 2 h 42 min
  • BOVESPA

    108.232,74
    +1.308,56 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.563,98
    +984,08 (+1,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    114,90
    +0,70 (+0,61%)
     
  • OURO

    1.825,90
    +11,90 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    30.545,94
    +806,12 (+2,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    685,82
    +443,14 (+182,60%)
     
  • S&P500

    4.008,01
    -15,88 (-0,39%)
     
  • DOW JONES

    32.223,42
    +26,76 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.536,37
    +71,57 (+0,96%)
     
  • HANG SENG

    20.602,52
    +652,31 (+3,27%)
     
  • NIKKEI

    26.659,75
    +112,70 (+0,42%)
     
  • NASDAQ

    12.524,75
    +280,00 (+2,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2895
    +0,0090 (+0,17%)
     

BMW chega a 1 mi de vendas de elétricos e projeta o dobro até 2025

·2 min de leitura
BMW Headquarters, Munich, Bavaria, Germany, Europe
BMW chega ao primeiro milhão em vendas de veículos elétricos e híbridos;
  • BMW chega ao primeiro milhão em vendas de veículos elétricos e híbridos;

  • Montadora alemã projeta chegar a dois milhões de vendas de elétricos até 2025;

  • BMW pretende que 50% das vendas globais sejam totalmente elétricas em 2030;

A BMW chegou ao seu primeiro milhão em vendas de veículos elétricos (EV), incluindo veículos puramente elétricos e híbridos, e planeja atingir dois milhões de vendas de veículos exclusivamente elétricos até 2025, disse a montadora alemã na terça-feira, em entrevista coletiva à imprensa na sede da empresa, em Munique, na Alemanha, de acordo com a agência Reuters.

Leia também:

De acordo com informações da agência, a montadora alemã aposta em investir em uma gama de tecnologias em vez de focar puramente em carros elétricos a bateria para reduzir as emissões de gás carbono na atmosfera, e neste momento, se opõe à proibição total da compra de carros com motor de combustão.

BMW quer que 50% das vendas sejam elétricas em 2030

A montadora pretende que pelo menos 50% das vendas globais sejam totalmente elétricas até 2030, mas repetiu em várias ocasiões que a falta de infraestrutura de carregamento era uma grande barreira para a adoção mais rápida de veículos elétricos pelos consumidores, e por conta disso, se opõe à proibição total dos carros com motor de combustão.

Segundo o membro do conselho da montadora alemã, Pieter Nota, em uma entrevista coletiva com jornalistas, cerca de 70% dos elétrics vendidos até agora eram híbridos, acrescentando que a empresa acreditava que os modelos híbridos continuariam a desempenhar um papel importante, em particular para clientes sem fácil acesso a carregadores. Continuar a modernizar os carros movidos a combustível fóssil foi outro passo importante para tornar a indústria mais sustentável, segundo Nota: "Só então podemos fazer a diferença em toda a base de clientes", completou.

O membro do conselho também acrescentou um balanço sobre as vendas no mês de novembro. Segundo ele, as vendas no mês ficaram ligeiramente abaixo dos níveis do ano passado, disse Nota, já que a falta de chips continuou a restringir o fornecimento. No entanto, a empresa permaneceu confiante de que veria um crescimento absoluto da receita em relação ao ano passado, disse ele, de acordo com a agência Reuters.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos