Mercado abrirá em 9 h 5 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,71
    +3,56 (+5,22%)
     
  • OURO

    1.795,60
    +7,50 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    57.470,12
    +3.234,02 (+5,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.434,92
    -20,49 (-1,41%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    23.925,21
    -155,31 (-0,64%)
     
  • NIKKEI

    28.746,49
    -5,13 (-0,02%)
     
  • NASDAQ

    16.242,50
    +191,50 (+1,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2980
    -0,0505 (-0,80%)
     

Blinken acusa presidente da Nicarágua de preparar "eleição fraudulenta"

·1 min de leitura
Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken

WASHINGTON (Reuters) - O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, acusou nesta sexta-feira o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, de preparar uma eleição fraudulenta no mês que vem e tentar estabelecer uma "dinastia autoritária" em meio a uma onda de prisões antes do pleito de 7 de novembro.

Blinken, que visitou a América Latina nesta semana com paradas no Equador e na Colômbia, louvou uma votação de quarta-feira da Organização dos Estados Americanos (OEA) que expressou "alarme" com ações do governo nicaraguense que diz que sabotarão a eleição, na qual Ortega busca um quarto mandato consecutivo.

O governo liderado por Ortega, um ex-líder guerrilheiro marxista, está cada vez mais isolado e criticado internacionalmente por sua repressão aos oponentes do presidente e à mídia crítica na nação centro-americana que ele domina desde que voltou ao poder, 15 anos atrás.

Trabalhando com a esposa e vice-presidente, Rosario Murillo, Ortega endurece o controle sobre o país.

Blinken ressaltou que a Nicarágua assumiu um compromisso com a democracia 20 anos atrás ao assinar a Carta Democrática Interamericana.

"O presidente Ortega e a vice-presidente Murillo deixam de honrar este compromisso ao prepararem uma eleição fraudulenta desprovida de credibilidade, ao silenciarem e prenderem oponentes e, por fim, ao tentarem estabelecer uma dinastia autoritária que não presta contas ao povo nicaraguense", disse Blinken em um comunicado.

(Por Matt Spetalnick)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos