Mercado fechado

BlackRock promete aumentar número de funcionários negros em 30%

Annie Massa

(Bloomberg) -- A BlackRock fez um dos anúncios mais ousados do setor de gestão de ativos sobre diversidade racial.

A maior gestora de ativos do mundo se comprometeu em aumentar o número de negros da força de trabalho em 30% até 2024, de acordo com publicação do diretor-presidente da empresa, Larry Fink, no blog do LinkedIn na segunda-feira. Protestos globais pressionam empresas americanas a aumentar a diversidade em cargos de gestão. A empresa dobrará a parcela de negros entre líderes do alto escalão em relação à participação atual de 3%, escreveu Fink.

“Precisamos fazer melhor”, escreveu Fink. “Precisamos usar nossa voz e trabalhar com outras pessoas para defender mudanças em nosso setor e em toda a sociedade de maneira mais ampla.”

Atualmente, 5% da força de trabalho da BlackRock é composta por funcionários negros, de acordo com a empresa, que emprega mais de 16 mil pessoas em todo o mundo.

Fink também disse no post que a empresa aumentaria as parcerias com empresas de minorias e criaria produtos de investimento focados na igualdade racial em seus pacotes de fundos ativos e passivos.

A BlackRock doará US$ 5 milhões para organizações focadas na igualdade racial e criará um fundo de US$ 5 milhões para apoiar empreendedores sociais negros e latino-americanos, escreveu Fink.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.