Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.312,06
    +2.315,33 (+4,93%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

BlackRock planeja nova métrica climática para portfólios

·1 min de leitura

(Bloomberg) -- A BlackRock, maior gestora de ativos do mundo, planeja incluir uma nova métrica em seus portfólios que permitirá aos clientes medirem a “temperatura” de seus investimentos, de acordo com Paul Bodnar, líder global de investimento sustentável.

Most Read from Bloomberg

O plano é ter a nova métrica em vigor até o fim do ano, disse Bodnar na quinta-feira em painel da COP26 em Glasgow, Escócia. “Estamos vendo o surgimento de métricas muito interessantes”, afirmou. Segundo o executivo, a pontuação da temperatura de um portfólio vai compará-la à economia global, medindo quanto aquecimento causaria.

Bodnar, ex-assessor de política climática do governo Obama, também falou sobre a necessidade de canalizar mais capital para ativos de transição energética. O setor de investimento está sob crescente pressão para reduzir o financiamento de emissores de carbono como parte do movimento zero líquido do qual a BlackRock, com seus US$ 9,5 trilhões sob gestão, é o maior membro.

O mercado de capitais estava “atrasado para o jogo”, disse Bodnar, mas caminha na direção certa. A dificuldade agora é conseguir a divisão correta do financiamento, acrescentou.

“Há muito dinheiro em busca de empresas verdes quando essas companhias fazem IPO”, disse Bodnar. “Onde os mercados não são muito bons é em ajudar empresas que começam a se tornar verdes.”

“O mais difícil é como vamos lidar com o transporte marítimo, o aço e a aviação. Indústrias pesadas e transporte pesado”, disse. “Não podemos simplesmente estalar os dedos e imaginar que vamos viver em uma economia verde amanhã.”

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos