Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.979,96
    +42,09 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.789,31
    +417,33 (+0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,75
    -0,74 (-1,13%)
     
  • OURO

    1.867,10
    -0,90 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    40.916,81
    -3.941,44 (-8,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.140,05
    -113,10 (-9,03%)
     
  • S&P500

    4.127,83
    -35,46 (-0,85%)
     
  • DOW JONES

    34.060,66
    -267,13 (-0,78%)
     
  • FTSE

    7.034,24
    +1,39 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.010,43
    -396,41 (-1,40%)
     
  • NASDAQ

    13.173,25
    -38,75 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4299
    -0,0002 (-0,00%)
     

BlackRock passa a deter cerca de 11% das ações preferenciais da Cemig

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - A gestora de recursos norte-americana BlackRock passou a deter cerca de 11% das ações preferenciais da elétrica Cemig, informou a empresa de energia controlada pelo governo de Minas Gerais em comunicado nesta quinta-feira.

Segundo a Cemig, a BlackRock informou que suas participações na companhia alcançaram em 16 de abril o agregado de 75 milhões de ações preferenciais e 35,5 milhões de recibos de ações emitidas nos EUA (ADRs), representativos de papéis preferenciais, o que totaliza 10,94% das ações preferenciais da empresa.

Além disso, a BlackRock detinha 2,75 milhões de instrumentos derivativos financeiros referenciados em ações preferenciais, ou 0,27% do total desse tipo de papel, segundo o comunicado.

Segundo a Cemig, a BlackRock disse que o objetivo das participações societárias "é estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia".

A Cemig tem como controlador o governo mineiro, que detém quase 51% das ações ordinárias da companhia, com direito a voto, e cerca de 17% do capital social total.

A elétrica mineira ainda tem como acionista relevante o fundo de investimento em ações FIA Dinâmica Energia, com 10,86% de participação total-- sendo 25,5% das ações ordinárias e 3,49% das preferenciais, segundo informações do site da Cemig.

(Por Luciano Costa)