Mercado fechado

BlackRock e outras gestoras estão disputando parceria com BB

Poliana Santos
BlackRock e outras gestoras estão disputando parceria com BB

A BlackRock (BLAK34) e outras empresas de gestão de ativos estão disputando para serem parceiras do Banco do Brasil (BB). A instituição financeira brasileira atua na área de gestão por meio do BB DTVM.

De acordo com jornal "O Estado de S.Paulo", ao todo são três empresas interessadas, BlackRock, Participal Financial Group e Franklin Templeton Investiments. Todas estão na segunda etapa da disputa e já fizeram as propostas não vinculantes ao BB.

A decisão da melhor oferta para uma negociação bilateral fica a critério do Banco do Brasil e de sua assessora Rothschild. O objetivo da instituição financeira é reforçar a BB DTVM no exterior.

A BB DTVM é a maior gestora de recursos do País, com R$ 1,1 trilhão em ativos. Para entrar na disputa, era necessário que a empresa apresentasse no mínimo US$ 400 bilhões em ativos sob gestão. A companhia que conseguir fechar a parceria levará 50% da gestora brasileira.

BlackRock apresenta lucro líquido trimestral de US$ 1,3 bilhão

A BlackRock apresentou lucro líquido trimestral acima das expectativas do analistas. O lucro ficou em US$ 1,30 bilhão, ou US$ 8,29 por ação.

Em comparação com o ano passado, o período entre setembro a dezembro, a líder em serviços de gerenciamento de investimentos apresentou lucro de US$ 927 milhões. A expectativa dos especialistas eram de um lucro de US$ 7,69 por ação. Esse aumento é devido a entrada de mais dinheiro em se negócios de administração de caixa e em fundos de ações da empresa de investimento negociadas em bolsa (ETF).

Veja Também: BlackRock eleva participação acionária na Hypera

No total, a BlackRock captou US$ 128,84 bilhões durante o trimestre, aumento de ativos administrados para US$ 7,43 trilhões, ante US$ 5,98 trilhões no ano anterior. Os ETFs iShares receberam US$ 75,20 bilhões, contra os US$ 41,50 bilhões do trimestre anterior.