Mercado abrirá em 3 h 53 min
  • BOVESPA

    107.937,11
    -1.004,57 (-0,92%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.890,59
    -708,79 (-1,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,84
    +0,53 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.840,50
    -1,20 (-0,07%)
     
  • BTC-USD

    36.198,77
    +1.244,41 (+3,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    822,84
    +12,23 (+1,51%)
     
  • S&P500

    4.410,13
    +12,19 (+0,28%)
     
  • DOW JONES

    34.364,50
    +99,13 (+0,29%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    24.190,91
    -465,55 (-1,89%)
     
  • NIKKEI

    27.131,34
    -457,03 (-1,66%)
     
  • NASDAQ

    14.253,00
    -248,00 (-1,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2156
    -0,0131 (-0,21%)
     

Black Friday: R$ 102 milhões em fraudes foram evitados neste ano, diz pesquisa

·2 min de leitura

Aproximadamente R$ 102 milhões em golpes foram evitados em 26, 27 e 28 de novembro — o fim de semana da Black Friday. Os dados são de um levantamento da empresa antifraude Konduto e da Boa Vista, que tem soluções de inteligência analítica.

O montante representa quase 80% a mais do que os R$ 57 milhões evitados em 2020. No período, a Konduto investigou 20 compras por segundo: isso é mais que o dobro de pedidos analisados no mesmo período de 2020, quando o volume era de nove transações avaliadas por segundo.

Golpes evitados somam mais de R$ 100 milhões (Imagem: Reprodução/Elements/bernardbodo)
Golpes evitados somam mais de R$ 100 milhões (Imagem: Reprodução/Elements/bernardbodo)

Para Tom Canabarro, CEO e cofundador da Konduto, os números são surpreendentes. “Temos realizado análises do comportamento do consumidor e dos criminosos há alguns anos e, ainda que a gente já esperasse um movimento intenso e muitas tentativas de fraude, 2021 surpreendeu.”

Enquanto em 2020 as vendas se diluíram de forma equilibrada nos três dias do fim de semana, em 2021, 63,58% delas ocorreram na sexta (foram 42,93% em 2020). Já os volumes médios de fraude foram semelhantes, mesmo com mais operações no primeiro dia.

Celular já é preferido para compras

Quando as tentativas de golpe são divididas por Estado, o Rio de Janeiro fica em primeiro lugar, com 35,7% (10,25% no mesmo período de 2020). São Paulo vem em seguida: 21,5%, cerca de 18,6% menos tentativas em 2021.

Outras localidades que apresentaram redução em relação a 2020 foram Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. O Acre teve o menor percentual: 0,17% do volume total de ataques identificados pela Konduto em 2021. Em 2020, foi um pouco menos: 0,12%.

Na análise das fraudes por pedido, a taxa caiu em quase todos os Estados. São Paulo teve a maior queda: de 1,41% para 0,37%. Já o Rio de Janeiro, campeão nacional, teve aumento de 0,5% entre 2020 e 2021, e foi de 1,16% para 1,67%. Em relação a horários, o volume de fraudes de meio-dia a meia-noite foi de 70,7%. Durante a madrugada, das 0h às 5h59, foram 11,04%.

Celular já é meio mais usado para compras online (Imagem: Reprodução/Pexels/Mikhail Nilov)
Celular já é meio mais usado para compras online (Imagem: Reprodução/Pexels/Mikhail Nilov)

O celular é o meio mais utilizado para compras e para fraudes: 70% das tentativas ocorreram nesse ambiente. “O consumidor se habituou às compras pelo smartphone. O volume de vendas online tem aumentado a cada análise, assim como a quantidade de tentativas de fraude. Isso reforça que, para vender mais, é preciso ter um bom antifraude para evitar prejuízos”, destaca Canabarro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos