Mercado abrirá em 2 h 29 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,61
    +3,46 (+5,08%)
     
  • OURO

    1.800,90
    +12,80 (+0,72%)
     
  • BTC-USD

    57.414,35
    +3.125,84 (+5,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.434,70
    -20,71 (-1,42%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.112,49
    +68,46 (+0,97%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.200,00
    +149,00 (+0,93%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2887
    -0,0598 (-0,94%)
     

Black Friday: Quer usar Pix nas compras da madrugada? Fique atento aos limites de valor

·1 min de leitura

BRASÍLIA — A Black Friday acontece nesta semana e o Pix já é oferecido como um meio de pagamento, inclusive com descontos, em muitas lojas pela internet, mas o consumidor deve ficar atento aos limites colocados pelo Banco Central (BC) para compras no horário noturno.

Quem desejar fazer compras entre às 20h e às 6h usando Pix tem um limite de R$ 1 mil já instituído automaticamente pela instituição em que tem conta. Essa medida faz parte de uma série de ações do BC para evitar golpes e fraudes utilizando a ferramenta.

Esse limite pode ser alterado pelo próprio cliente por meio do aplicativo do banco ou pela internet, mas há uma ressalva: as instituições têm entre um e dois dias para atender ao pedido.

O cliente também poderá customizar o horário de início do período noturno, no qual o limite se encaixa. Recentemente, o BC criou a possibilidade do horário noturno começar às 22h e terminar às 6h dependendo da preferência do cliente. A mudança deve ser implementada até 22 de julho de 2022.

Além dessa medida, o Pix ainda conta com algumas outras novidades para prevenir golpes e fraudes, como o bloqueio cautelar, em que a instituição financeira poderá bloquear os recursos por até 72 horas em casos de suspeita de fraude.

O Mecanismo Especial de Devolução também já começou a funcionar e facilita o retorno de valores movimentados em caso de suspeita de fraude ou falha operacional.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos