Mercado fechado

Black Friday impulsiona alta de 5,8% das vendas em novembro, diz ACSP

Arícia Martins

Crescimento do varejo paulistano no acumulado do ano, comparado a 2018, passou de avanço de 1,9% até outubro para 2,3% Impulsionadas pela Black Friday, as vendas no varejo paulistano aumentaram 5,8% em novembro, na comparação com igual mês de 2018, de acordo com balanço divulgado nesta quarta-feira pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). O bom desempenho foi observado tanto nas comercializações à vista quanto a prazo, que avançaram 7,6% e 4% em igual medição, respectivamente.

Para a entidade, os resultados positivos foram causados pela consolidação da data de descontos no país. “Importamos de fato a Black Friday. Embora não fosse esperado pelo mercado, essa ideia de transformar a data em um mês promocional acabou dando certo e trouxe uma tração para a média acumulada das vendas”, disse Emílio Alfieri, economista da ACSP.

Black Friday sinaliza sólida recuperação

Vendas da Cyber Monday brasileira crescem 31,5%

Até outubro, observou Alfieri, as vendas do varejo na capital paulista acumulavam alta de 1,9% sobre o mesmo período do ano passado, variação que subiu para 2,3% de janeiro até novembro. Segundo o economista, muitas lojas se anteciparam e anunciaram promoções durante todo o mês de novembro, o que também ajudou a atividade do comércio.

Outros fatores que influenciaram o bom resultado do mês passado são a liberação de saques de contas ativas e inativas do FGTS, a redução dos juros e a melhora do mercado de trabalho, ainda que puxada pela informalidade, disse Alfieri. “De um ano para cá, foram 1,6 milhão de novas vagas, embora grande parte delas seja de origem informal”, observou.