Mercado fechará em 2 h 58 min
  • BOVESPA

    117.976,40
    +778,58 (+0,66%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.335,31
    +489,48 (+1,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,21
    +0,45 (+0,51%)
     
  • OURO

    1.719,80
    -1,00 (-0,06%)
     
  • BTC-USD

    20.094,16
    -150,80 (-0,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    457,19
    -5,94 (-1,28%)
     
  • S&P500

    3.763,73
    -19,55 (-0,52%)
     
  • DOW JONES

    30.089,69
    -184,18 (-0,61%)
     
  • FTSE

    6.997,27
    -55,35 (-0,78%)
     
  • HANG SENG

    18.012,15
    -75,82 (-0,42%)
     
  • NIKKEI

    27.311,30
    +190,80 (+0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.626,00
    +2,25 (+0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0922
    -0,0440 (-0,86%)
     

Black Friday deve voltar a atrair comprador de eletrônicos, diz pesquisa

*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP - 26.11.2022 - Movimentação na loja Magazine Luiza, no centro de São Paulo, durante a Black Friday. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP - 26.11.2022 - Movimentação na loja Magazine Luiza, no centro de São Paulo, durante a Black Friday. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A intenção de compra na Black Friday deste ano deve aparecer diferente da versão do ano passado, quando os consumidores aproveitaram os descontos da data para comprar mais itens como alimentos, bebidas e produtos de higiene.

Segundo pesquisa do Reclame Aqui, o interesse por bens de valor mais alto deve ganhar força.

Quando questionados sobre onde gostariam de ter mais descontos, os entrevistados apontam eletrodomésticos e eletroportáteis, linha branca e eletrônicos, que alcançam 73% da preferência.

Apesar do maior interesse por produtos de tíquete médio superior, o consumidor pode abrir mão da compra a depender do tamanho da promoção. A decisão vai ser pautada pelo preço, segundo aproximadamente 75% dos entrevistados.