Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.785,50
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.367,12
    -4.108,50 (-7,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Black Friday: Confira ferramentas que verificam fraudes e encontram ofertas

·2 min de leitura

Pesquisa do Instituto Reclame Aqui, que ouviu 23 mil pessoas, aponta que quase metade dos consumidores brasileiros (49%) define a Black Friday no país como "Black Fraude". Por isso, achar boas ofertas passa por planejamento.

Antes de comprar, o primeiro passo é fazer uma lista de produtos e comparar os preços de antes da promoção com aqueles supostamente com desconto. Assim, fica mais fácil definir quanto se quer pagar pelos itens no dia e, se for o caso, comprá-los rapidamente, antes que se esgotem.

É comum que sites comparadores de preços apresentem o histórico de preços dos produtos. Com isso, é possível saber se a loja aumentou os preços nos dias anteriores à Black Friday. As ferramentas acompanham a oscilação em tempo real, comparam com os preços e identificam as promoções.

Algumas plataformas criam páginas especiais e, no dia da Black Friday, filtram as liquidações e enviam alertas de preços aos interessados. Uma boa ideia é guardar as imagens das etapas de compra, que podem ser necessárias se houver algum erro no processo, como preço mais alto ou não recebimento do produto.

(Imagem: Reprodução/Envato/monkeybusiness)
(Imagem: Reprodução/Envato/monkeybusiness)

Alguns sites que podem ajudar a evitar falsas promoções na Black Friday. Acompanhe a seguir!

Black Friday de Verdade

Tem uma extensão para navegador de internet que ajuda o consumidor a saber se há lojas com preço melhor para o produto que ele está pesquisando. Além disso, informa o histórico de preço do produto. Além disso, a extensão busca e aplica cupons de desconto automaticamente.

Buscapé e Zoom

Buscapé e Zoom têm ferramenta de histórico de preços, que mostra a variação nos últimos 6 meses. Os sites também oferecem alerta de preço: é possível escolher quanto se está disposto a pagar e, quando o preço for atingido, ser informado por e-mail. E mais: em algumas lojas, os comparadores oferecem cashback de até 25%.

Mais Barato Proteste

O plugin da associação de consumidores Proteste avisa onde encontrar o menor preço enquanto se buscam produtos em lojas virtuais. O recurso testa cupons de desconto automaticamente e adiciona o que oferecer o maior percentual. A vantagem do plugin é que ele não acessa dados pessoais.

RA+

Lançada neste mês, a extensão para navegador do ReclameAqui indica se as lojas são confiáveis enquanto o consumidor navega e possibilita acesso a cupons de descontos comprovados. Com a ferramenta, é mais fácil evitar golpes — como os dos sites falsos que oferecem descontos “imperdíveis” para obter dados pessoais.

E lembre-se: antes de concluir a compra, confira os prazos de entrega e o custo do frete. Ele pode ser igual ou maior que o desconto oferecido.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos