Mercado fechará em 5 h 46 min
  • BOVESPA

    106.373,87
    0,00 (0,00%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,13
    +1,31 (+1,56%)
     
  • OURO

    1.812,90
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    41.747,53
    -847,39 (-1,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    998,50
    -27,23 (-2,65%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.572,43
    -38,80 (-0,51%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.362,00
    -233,75 (-1,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2814
    -0,0124 (-0,20%)
     

Black Friday: Atraso na entrega já é a principal reclamação

·1 min de leitura
Mulher cansada no shopping
No período analisado, foram mais de 5.670 reclamações, um aumento de 17% em comparação ao ano passado

(Getty Images)

  • "Atraso na entrega" e "propaganda enganosa" são as principais queixas na Black Friday

  • Levantamento foi realizado pelo Reclame Aqui até às 6h desta sexta-feira (26)

  • Celulares são os itens que mais receberam reclamações

Um levantamento realizado pelo Reclame Aqui mostrou que “atraso na entrega” e “propaganda enganosa” já configuram as principais queixas dos consumidores logo nas primeiras horas da Black Friday.

Enquanto as reclamações referentes às entregas aparecem em 20,88% do total, as relacionadas aos anúncios estão presentes em 16,59% dos relatos. Fechando o top 3, está “estorno do valor pago”, com 8,82%.

Leia também:

Os dados foram compilados entre as 12h da quarta-feira (24) até às 6h desta sexta-feira (26), dia oficial das promoções. No período, foram mais de 5.670 reclamações, um aumento de 17% em comparação ao ano passado. As informações são do R7.com.

Itens e varejos

Os produtos que mais têm trazido dor de cabeça aos consumidores, até o horário final do levantamento, são os smartphones, com 8,08%. Inclusive, o Twitter foi inundado nesta sexta-feira (26) por uma série de reclamações de usuários que alegam que o iPhone 11 está mais caro hoje do que semanas atrás. Seguindo o ranking, aparecem serviços de entrega, com 5,48% das reclamações, e tênis, com 4,14%.

Com relação aos varejos, a Americanas Marketplace é a primeira colocada, com 272 queixas. A Amazon vem logo atrás, com 262, e Magazine Luiza – Loja Online, ganha o terceiro lugar com 146 reclamações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos