Mercado fechará em 3 h 7 min
  • BOVESPA

    119.248,86
    -315,58 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.745,03
    +345,23 (+0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,63
    -1,00 (-1,52%)
     
  • OURO

    1.815,90
    +31,60 (+1,77%)
     
  • BTC-USD

    56.774,69
    -697,87 (-1,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.475,26
    +3,84 (+0,26%)
     
  • S&P500

    4.183,59
    +16,00 (+0,38%)
     
  • DOW JONES

    34.408,39
    +178,05 (+0,52%)
     
  • FTSE

    7.076,17
    +36,87 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.572,50
    +81,50 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3671
    -0,0598 (-0,93%)
     

Bitcoin em ‘promoção’ atrai US$ 2,37 bilhões a exchanges de criptomoedas

BeInCrypto Staff
·2 minuto de leitura

Investidores depositaram US$ 2,37 bilhões (aproximadamente R$ 13 bilhões) em exchanges de criptomoedas para aproveitar a queda de preço do Bitcoin (BTC).

O número aparece em um gráfico da casa de análise Glassnode compartilhado via Twitter pelo Chief Information Officer (CIO) da Moskovski Capital, Lex Moskovski. Para ele, o dado reflete o interesse de baleias, como são chamados os grandes acumuladores de criptomoedas, na queda do Bitcoin para menos de US$ 50.000.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Baleias aproveitam a queda do Bitcoin

Os dados compartilhados mostram que baleias e grandes instituições transferiram uma quantidade surpreendente de USDT, stablecoin pareada ao dólar, para as corretoras de criptomoedas. Trata-se do segundo maior depósito de USDT desde que a Tesla anunciou a compra de US$ 1,5 bilhão em Bitcoin em fevereiro.

Semanas depois, o CEO da Tesla, Elon Musk, anunciou que a montadora aceitaria BTC como meio de pagamento e garantiu que as criptomoedas não seriam convertidas em moeda fiduciária.

Semana difícil para o Bitcoin

O Bitcoin passou por uma situação muito difícil nas últimas semanas. Depois de atingir o recorde histórico de US$ 64.935 em 14 de abril, o preço do BTC foi negociado perto dos US$ 60.000 pelo resto da semana passada.

Em 18 de abril, no entanto, o preço caiu para US$ 54.520 e logo foi a US$ 53.700. Desde então, o Bitcoin tem sido negociado cada vez mais abaixo desses valores.

As especulações relacionadas ao Departamento do Tesouro dos EUA, bem como o blecaute em Xinjiang, que reduziu o hash rate (poder computacional) de mineração de Bitcoin, podem ser a grande causa da queda de preços.

O artigo Bitcoin em ‘promoção’ atrai US$ 2,37 bilhões a exchanges de criptomoedas foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.