Mercado abrirá em 7 h 57 min
  • BOVESPA

    106.247,15
    -2.542,18 (-2,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.394,03
    -1.070,00 (-2,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,66
    +1,07 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.814,50
    -1,40 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    29.096,60
    -714,74 (-2,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    648,23
    -22,45 (-3,35%)
     
  • S&P500

    3.923,68
    -165,17 (-4,04%)
     
  • DOW JONES

    31.490,07
    -1.164,52 (-3,57%)
     
  • FTSE

    7.438,09
    -80,26 (-1,07%)
     
  • HANG SENG

    20.179,30
    -464,98 (-2,25%)
     
  • NIKKEI

    26.413,15
    -498,05 (-1,85%)
     
  • NASDAQ

    11.941,50
    +6,00 (+0,05%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2363
    +0,0180 (+0,34%)
     

Bitcoin chega a US$ 28,5 mil, menor preço dos últimos 16 meses

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Não estamos em um bom momento para investir em criptomoedas. O Bitcoin, principal moeda digital, apresenta queda de 1,65% na tarde desta quinta-feira (12) e estava precificado em US$ 28.510 (R$ 146,6 mil). Seria o seu menor valor desde dezembro de 2020.

O fenômeno também vem empurrando para baixo outras criptomoedas importantes, como Ether (menos 6,7% nesta quinta, na comparação com o dólar) e Dogecoin (0,6%). A crise não é exclusividade dos ativos digitais: todos os mercados de risco globais, que acumulam forte queda nos últimos dias. O índice Dow Jones perdeu 3,44% nos últimos cinco dias, e o Nasdaq, 7,3%.

O índice cripto da Nasdaq, por sua vez, caiu 23,19% nos últimos cinco dias. O valor de mercado total do setor de cripto, que era de US$ 1,95 trilhão (R$ 10 trilhões) no final de 2021, atualmente está em US$ 1,2 trilhão (R$ 6,1 trilhão).

Bitcoin não foi a única criptomoeda que sentiu queda de valor nos últimos dias (Imagem: Reprodução/André François McKenzie/Unsplash)
Bitcoin não foi a única criptomoeda que sentiu queda de valor nos últimos dias (Imagem: Reprodução/André François McKenzie/Unsplash)

As causas para a queda passam por alguns fatores. Um deles é a queda nas Bolsas asiáticas, cujos países, como a China e Coreia do Sul,sentem o impacto de novas medidas restritivas da força de trabalho por conta de novas ondas de covid-19. Já nos EUA, os altos níveis de inflação estão levando os investidores a evitar operações de risco, como é o caso dos ativos digitais.

Duas criptomoedas em especial têm sentindo bastante a negatividade: os tokens Luna e TerraUSD, do protocolo Terra, que vêm amargando quedas entre 45% e 90% em um único dia. A TerraUSD é uma stablecoin algorítmica, ou seja, não se ancora em ativos do mundo real, mas sim em tecnologia de algoritmos para manter seu preço em torno de US$ 1. Já a Luna tem bilhões de reservas em Bitcoin. A situação de ambas causou um efeito dominó que levou a uma fuga de capital nas demais criptomoedas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos