Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.515,74
    +714,95 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.869,48
    +1,16 (+0,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    -2,46 (-3,33%)
     
  • OURO

    1.816,80
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    38.953,67
    -2.130,20 (-5,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    951,68
    -9,21 (-0,96%)
     
  • S&P500

    4.387,16
    -8,10 (-0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.838,16
    -97,31 (-0,28%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.959,75
    +4,00 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1431
    -0,0449 (-0,73%)
     

Bitcoin cai abaixo de US$ 30 mil com temores da variante Delta se espalhando pelo mundo

·4 minuto de leitura
Mercado de Bitcoin operando em queda baixa despenca perde cai
Mercado de Bitcoin operando em queda baixa despenca perde cai

O Bitcoin caiu novamente abaixo de US$ 30 mil no mercado, em dia marcado pela aversão ao risco financeiro no mundo. Investidores estão preocupados com a variante Delta, que significa o próximo estágio da pandemia do coronavírus.

A variante Delta está impulsionando novas ondas de Covid-19 em todo o mundo, incluindo em países altamente já vacinados e que já conseguiram controlar o vírus.

A variante, que é resistente a vacinas e possivelmente capaz de causar doenças mais graves, também está gerando uma onda de novos casos nos Estados Unidos e muitas regiões – incluindo partes da Europa, Israel e Austrália

Como resultado, apesar da queda atual não tenha um motivo clara, o mercado de criptomoedas está refletindo quedas acentuadas nos mercados de ações ao redor do mundo.

Assim, a moeda digital mostra que poderia até estar correlacionada com ativos tradicionais, de acordo com especialistas.

A moeda digital caiu 5% nas últimas 24 horas, sendo negociado agora por US$ 29.700,00. Em algumas corretoras, o preço chegou a US$ 29.270,00, que é a mínima do dia.

A nova queda do Bitcoin acontece após um fechamento diário na região dos US$ 30.800,00, mas com a presença de forte desconfiança em investidores de vários mercados.

O mercado havia visto tal movimento de baixa pela última vez no dia 21 de junho, quando a cotação do Bitcoin chegou a US$ 28.800,00.

Preço do Bitcoin perde os US$ 30 mil

Na última segunda, o índice Ibovespa no Brasil fechou em queda de 1,24%, menor cotação desde maio de 2021, abalada pela pandemia e pelo petróleo. No entanto, a bolsa de valores brasileira não estava sozinha nas quedas.

Isso porque, o índice Dow Jones também caiu 2,1% na mesma data, a maior queda desde outubro de 2020. Já a Nasdaq, mais ligadas a ações de tecnologia nos Estados Unidos, também caiu 1,1%, com o S&P 500 despencando 1,6%.

Dessa forma, com tudo caindo no mercado financeiro global, o Bitcoin pode ter seguido os passos das bolsas de valores, segundo o analista Daniel Lacalle.

De acordo com ele, apesar disso, a moeda digital tem ganhado mais adoção no mercado.

“A montanha-russa do Bitcoin mostra que ele está muito correlacionado a outros ativos financeiros, mas aos poucos se torna amplamente utilizado.”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Já em uma análise do Market Watch mostrou que nesta terça a queda nas ações já estavam se normalizando, mas as criptomoedas continuam em queda. Isso pode estar acontecendo devido a uma aversão ao risco, que permanece alta no mercado.

“As ações globais se estabilizam após o pior dia do Dow em 2021, enquanto as criptomoedas despencam, pois a aversão ao risco permanece alta”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Mercado acordou com urso do Bitcoin?

Com o preço do Bitcoin perdendo a região psicológica dos US$ 30 mil, muitos se preocupam com o futuro da cotação da moeda, que atravessa uma fase de urso. Isso significa que a tendência do mercado pode estar sendo de baixa, levando muitos a operar com cautela em corretoras, buscando posições em Dólar, por exemplo.

O principal perfil no Twitter relacionado ao Bitcoin acabou compartilhando a imagem de um urso com fundo vermelho, indicando que a comunidade de moeda segue acompanhando a queda do mercado.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Com a nova queda do Bitcoin associado ao mercado de ações, os críticos saíram da toca, como por exemplo Peter Schiff, que afirmou que o Bitcoin não é um ativo de reserva de valor, mas um ativo de risco.

“Hoje, com a queda dos ativos de risco, os investidores se abrigaram em seu porto seguro de escolha. O iene japonês, o franco suíço, o dólar americano, os títulos do Tesouro e ouro todos negociados em alta no dia. Você notará que os investidores não buscaram refúgio em Bitcoin, pois é um ativo de risco, não um porto seguro!”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos