Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.231,73
    +710,16 (+2,12%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Bitcoin (BTC) amanhece em queda novamente; ETH cai 6% e XRP recua 9%

·2 minuto de leitura

O Bitcoin (BTC) amanheceu novamente em queda neste domingo (20) dias após ter voltado a subir acima de US$ 40.000 na última semana.

O movimento é uma sequência da queda que começou ainda na sexta-feira (18), quando o BTC perdeu os US$ 38.000 e chegou a US$ 35.000. Desde então, o preço não conseguiu recuperar os US$ 37.000 e voltou a cair para menos de US$ 34.000 nas primeiras horas de domingo.

No fechamento da matéria, o preço do Bitcoin era negociado a US$ 33.900, com queda de cerca de 5% em 24 horas. No entanto, segundo Vinícius Terranova, Head de Trading do BeInCrypto, é possível que a queda não pare nesse patamar e o BTC recue para a faixa de US$ 29.000 nas próximas horas.

A queda ocorre após o mercado de derivativos registrar o recorde de dois anos em volume de posições a descoberto (short). O número aponta que traders já esperavam que um novo recuo poderia acontecer.

Um dos motivos estaria ligado à confluência de dois indicadores: as médias móveis de 50 dias e de 200 dias, fenômeno que já precedeu fortes quedas no passado e foi apelidado de “cruz da morte”.

Altcoins sofrem

Como é de costume, a queda do Bitcoin arrasta também a maioria das outras criptomoedas do mercado. Uma das poucas exceções é a AMP, que ignora a queda e ainda acumula alta de 13% no dia.

Entre os ativos do top 10, as que mais caem são a a Ripple (XRP), que perde 9,1% para US$ 0,072, a Polkadot (DOT), com preço 7,7% menor para US$ 19,51, e Dogecoin (DOGE) que cai 7,6% para US$ 0,026. Já entre as 100 moedas com maior de mercado, a Theta Fuel é a que mais sofre, perdendo 11,2% e indo a US$ US$ 0,54.

A Ethereum (ETH) cai 6,2% e volta a chegar perto de US$ 2.000 novamente. Enquanto isso, a Glassnode registra que o número de endereços que recebem ETH caiu para a mínima de cinco meses, ou seja, antes do início da alta de 2021.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Ao mesmo tempo, as taxas de transações também despencam acompanhando o baixo interesse do mercado. De acordo com os dados atuais da Glassnode, a taxa média da Ethereum paga com base em uma média móvel de 7 dias atingiu o mínimo de 5 meses de US$ 3,95.

O artigo Bitcoin (BTC) amanhece em queda novamente; ETH cai 6% e XRP recua 9% foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos