Mercado abrirá em 8 h 3 min
  • BOVESPA

    120.636,39
    -605,24 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.495,41
    -962,61 (-2,07%)
     
  • PETROLEO CRU

    53,36
    +0,38 (+0,72%)
     
  • OURO

    1.848,40
    +8,20 (+0,45%)
     
  • BTC-USD

    35.345,99
    -889,25 (-2,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    700,76
    -14,44 (-2,02%)
     
  • S&P500

    3.798,91
    +30,66 (+0,81%)
     
  • DOW JONES

    30.930,52
    +116,26 (+0,38%)
     
  • FTSE

    6.712,95
    -7,70 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    29.696,05
    +53,77 (+0,18%)
     
  • NIKKEI

    28.490,20
    -143,26 (-0,50%)
     
  • NASDAQ

    13.037,25
    +51,75 (+0,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5065
    +0,0079 (+0,12%)
     

Bitcoin bate novo recorde e sua cotação ultrapassa os US$ 36 mil

Rui Maciel
·2 minuto de leitura

Nesta quarta-feira (6), o Bitcoin atingiu um novo recorde de valorização. Na tarde de hoje, sua cotação chegou a ultrapassar os US$ 36 mil, com pico de US$ 36.382 e mantendo o ritmo de valorização da criptomoeda que vem acontecendo nas últimas semanas.

Na última terça-feira (5), a cotação da moeda digital já havia crescido em quase 12%, quando saltou para US$ 35 mil e superou o recorde anterior, que era de US$ 34,5 mil, estabelecido no domingo, após uma alta vertiginosa ocorrida no fim de semana do ano novo.

O Bitcoin bate novo recorde de valorização nesta terça-feira (Imagem: Coindesk)
O Bitcoin bate novo recorde de valorização nesta terça-feira (Imagem: Coindesk)


Ao longo dessa alta no preço, os operadores da criptomoeda começaram a cortar posições alavancadas durante todo o dia, de acordo com estimativas calculadas pelo provedor de dados de criptomoeda CryptoQuant. Em entrevista ao site Coin Desk, Matt Kaye, sócio-gerente da Blockhead Capital, de Santa Monica, afirmou que com novos recordes, a direção do mercado parece um pouco mais clara. "Acho que é bastante simples. Há mais compradores à vista que vendedores no início de um ano que, provavelmente, transformará a política fiscal dos EUA na próxima década.".

Este último aumento do Bitcoin vem com a chegada dos resultados do segundo turno do Senado na Geórgia e também com a certificação de Joe Biden pelo Congresso, como o próximo presidente dos EUA. Alguns analistas especulam que um Congresso controlado pelos democratas poderia exacerbar as atuais preocupações com a inflação, compartilhadas por muitos investidores bitcoin.

A valorização do Bitcoin ultrapassou os 20% nos primeiros dias de janeiro, após seu ganho de mais de 300% em 2020, impulsionado, em grande parte, por um influxo de investimento institucional.

Até o fechamento dessa notícia, a criptmoeda estava cotada em US$ 36.151,84.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: