Mercado fechará em 14 mins
  • BOVESPA

    122.928,94
    +1.128,15 (+0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.990,86
    +122,54 (+0,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,39
    -2,56 (-3,46%)
     
  • OURO

    1.816,80
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    39.455,77
    -1.963,76 (-4,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    962,90
    +2,01 (+0,21%)
     
  • S&P500

    4.387,89
    -7,37 (-0,17%)
     
  • DOW JONES

    34.854,71
    -80,76 (-0,23%)
     
  • FTSE

    7.081,72
    +49,42 (+0,70%)
     
  • HANG SENG

    26.235,80
    +274,77 (+1,06%)
     
  • NIKKEI

    27.781,02
    +497,43 (+1,82%)
     
  • NASDAQ

    14.957,50
    +1,75 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1292
    -0,0588 (-0,95%)
     

Bitcoin amanhece a US$ 35.000 e ETH a US$ 2,1 mil; SHIB já sobe quase 50%

·3 minuto de leitura

O Bitcoin (BTC) opera em alta nas primeiras horas desta terça-feira (29) e amanhece o dia acima de US$ 35.000, recuperando o preço perdido na última sexta-feira (25).

Preço do Bitcoin

A criptomoeda era negociada no fechamento do texto por cerca de US$ 35.300, somando quase 3% em 24 horas e mais de 11% na semana. Após semanas de baixa, o BTC volta a registrar alta no mês, com um pequeno ganho de 1,5% em 30 dias segundo o agregador Coingecko. No Brasil, o BTC é negociado pouco acima de R$ 173 mil.

O movimento de alta ocorre depois que o Morgan Stanley revelou à Comissão de Valores Mobiliários nos EUA (SEC) deter 28 mil cotas do fundo de Bitcoin da Grayscale, avaliadas em cerca de US$ 800 mil (R$ 3,9 milhões).

O preço do Bitcoin está cerca de 11% acima do suporte de US$ 31.500 e segue acompanhando uma linha descendente estabelecida desde que começou a cair de US$ 59.000 em 10 de maio.

Se o BTC não conseguir subir mais e fechar acima de US$ 37.000 nos próximos dias, pode cair ainda mais e testar níveis de suporte perto de US$ 26.500.

Enquanto isso, indicadores técnicos seguem mistos e sugerem cautela nos trades. Mesmo que o melhor cenário ocorra, a criptomoeda ainda enfrentaria uma resistência na faixa perto de US$ 40.500.

<a href="https://www.tradingview.com/symbols/BTCUSD/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Gráfico do BTC no TradingView" class="link rapid-noclick-resp">Gráfico do BTC no TradingView</a>

Movimento de altcoins

O Ethereum (ETH) também abre o dia em alta, e vai um pouco melhor que o BTC com ganhos acumulados de 6,6% nas últimas 24 horas, para US$ 2.164. Com isso, a segunda maior criptomoeda por valor de mercado soma quase 14% na semana e fica mais próximo de registrar números positivos no mês – nos últimos 30 dias, o ETH ainda segue 5,8% no vermelho.

Entre as demais criptomoedas mais bem posicionadas no ranking por valor de mercado, os destaques do dia vão para Compound (COMP), Ethereum Classic (ETC), Bitcoin SV (BSV) e Elrond (EGLD), que sobem pelo menos 20%. ETC e BSV já atingem alta de 28% na semana e a COMP dispara quase 45% nos últimos sete dias.

Com avanços menores, mas também importantes, aparecem a Internet Computer (ICP), que já vinha em alta nos últimos dias, e a criptomoeda meme Shiba Inu (SHIB), ambas com alta de cerca de 16% no dia – a primeira vai a US$ 47,83 e a segunda para US$ 0,00000918 por volta das 7h15 da manhã. Na semana, a SHIB já sobe 47,7%.

No momento, apenas a Quant (QNT) e a Amp (AMP) registram baixa no dia, com quedas de 6,5% e 4,4%, respectivamente. Os tokens já vinham recuando nos últimos dias, mas apenas o AMP tem perdas semanais, com 12,5% negativos. Já a QNT, apesar de cair nesta terça-feira, ainda acumula alta de 32,4% desde a última semana.

O artigo Bitcoin amanhece a US$ 35.000 e ETH a US$ 2,1 mil; SHIB já sobe quase 50% foi visto pela primeira vez em BeInCrypto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos