Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.352,71
    +295,49 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.261,68
    +58,88 (+0,12%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,61
    +0,57 (+0,80%)
     
  • OURO

    1.763,40
    -11,40 (-0,64%)
     
  • BTC-USD

    35.795,67
    -2.016,33 (-5,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    887,75
    -52,20 (-5,55%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0380
    +0,0755 (+1,27%)
     

Bitcoin afunda e mercado de criptomoedas perde quase US$1 tri

·1 minuto de leitura

NOVA YORK (Reuters) - O bitcoin e o ether registraram nesta quarta-feira a maior queda em um dia desde março do ano passado, com a perda no valor de mercado das criptomoedas se aproximando de 1 trilhão de dólares.

O tombo ocorreu depois que a China proibiu as instituições financeiras e de pagamento de fornecer serviços de criptomoeda.

No pior momento, o bitcoin foi negociado a 30.066 dólares, o valor mais baixo desde o final de janeiro.

Por volta de 12:25 (horário de Brasília), o bitcoin era negociado a 37.116 dólares, em queda de 13,44%. A criptomoeda registrou a maior perda em um dia desde março de 2020.

O ether chegou a 1.850 dólares na mínima da sessão, menor patamar desde o final de janeiro, mas desacelerou as perdas e recuava 21,69%, para 2.647 dólares.

(Por Gertrude Chavez-Dreyfuss)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos