e-bit: vendas pela internet devem crescer 25% no Natal

O varejo online brasileiro deve faturar R$ 3,25 bilhões com vendas de Natal, o que representa alta de 25% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com levantamento da e-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico.

O montante corresponde a 15% da previsão para o ano todo, que é de R$ 22,5 bilhões, conta a diretora de negócios da e-bit, Cris Rother. "O Natal é, sem sombra de dúvidas, a data sazonal mais importante para o e-commerce também", destaca.

Segundo Cris, os lojistas já começaram a se preparar para atender a grande demanda dessa época, reforçando sistemas de processamento de pedidos, logística e atendimento, além de investir em treinamento profissional e contratação de equipes temporárias. "Devemos ter um excelente Natal esse ano, tanto em faturamento quanto na melhoria dos indicadores de satisfação", disse o diretor geral da e-bit Pedro Guasti.

A pesquisa do e-bit aponta para uma melhora nos serviços em função dessa preparação. O porcentual de pessoas que afirmaram ainda esperar pela entrega de compras realizadas era de 12% em outubro, o que representa uma redução de 3 pontos, se comparado ao mesmo período de 2011.

Presente

Um levantamento do Buscapé, maior site de comparação de preços da América Latina, mostra que os produtos mais procurados devem ser os smartphones e a variação de preços desses itens entre os estabelecimentos pode chegar a 187,15%. "Nessa época, tudo tende a ficar mais caro devido à grande procura, por isso é necessário pesquisar muito antes da compra", recomenda o vice-presidente de Comparação de Preços do Buscapé Company, Rodrigo Borer.

Na preferência dos consumidores estão também os televisores de LED, os tablets e os consoles de videogame. A categoria Moda & Acessórios, que se consolidou no decorrer do ano como uma das mais vendidas, continua em alta e os artigos mais buscados devem ser os tênis.

Carregando...