Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.933,78
    -180,15 (-0,15%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.072,62
    -654,36 (-1,34%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,54
    +0,16 (+0,25%)
     
  • OURO

    1.771,60
    +1,00 (+0,06%)
     
  • BTC-USD

    55.681,79
    -866,61 (-1,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.258,68
    -40,27 (-3,10%)
     
  • S&P500

    4.163,26
    -22,21 (-0,53%)
     
  • DOW JONES

    34.077,63
    -123,04 (-0,36%)
     
  • FTSE

    7.000,08
    -19,45 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    29.106,15
    +136,44 (+0,47%)
     
  • NIKKEI

    29.685,37
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    13.916,75
    +19,50 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6791
    +0,0034 (+0,05%)
     

Cade dá aprovação final para venda da Biosev à Raízen

·1 minuto de leitura
Canavial em Ribeirão Preto (SP)

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu aprovação final para a venda das usinas da Biosev à Raízen, informaram as companhias nesta quinta-feira em comunicados separados.

O negócio da Biosev com a Raízen, uma joint venture da Cosan e da Shell, já havia sido aprovado sem restrições pelo órgão brasileiro de defesa da concorrência, no início deste mês.

"(Agora) a aprovação sem restrições... tornou-se final e definitiva após o decurso do prazo de 15 dias contado da publicação da referida decisão no Diário Oficial da União, em 02 de março de 2021, nos termos da legislação aplicável", afirmou a Biosev.

A Raízen destacou, porém, que a consumação da transação permanece sujeita ao cumprimento de outras condições precedentes, incluindo a conclusão da reorganização societária e a reestruturação do endividamento financeiro da Biosev.

A transação, anunciada em fevereiro, envolve o pagamento de 3,6 bilhões de reais e ações. Com a aquisição, a Raízen passará a contar com um total de 35 unidades produtoras, totalizando uma capacidade instalada de 105 milhões de toneladas de cana.

(Por Nayara Figueiredo)