Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.183,95
    -355,84 (-0,32%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.377,47
    +695,28 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,00
    +1,25 (+2,09%)
     
  • OURO

    1.708,80
    -24,80 (-1,43%)
     
  • BTC-USD

    50.811,64
    +3.178,07 (+6,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.015,77
    +27,67 (+2,80%)
     
  • S&P500

    3.819,72
    -50,57 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    31.270,09
    -121,43 (-0,39%)
     
  • FTSE

    6.675,47
    +61,72 (+0,93%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.674,00
    -381,25 (-2,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7751
    -0,0870 (-1,27%)
     

BioNTech recebe ajuda de farmacêutica alemã para elevar produção

Tim Loh
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Merck KGaA fechou um acordo para acelerar o fornecimento de lipídios para a BioNTech, o que reduzirá um gargalo que impede a produção mais rápida de vacinas contra a Covid-19.

A empresa farmacêutica alemã já busca expandir a produção de lipídios sob medida e espera aumentar as entregas para a BioNTech no fim de 2021, disse em comunicado na sexta-feira. A Merck é uma das principais fornecedoras mundiais de nanopartículas lipídicas sob medida que são cruciais para a produção de vacinas que usam a tecnologia de RNA mensageiro.

A chanceler alemã Angela Merkel citou os lipídios no início desta semana como a principal restrição para o aumento da produção de vacinas de mRNA. O CEO da CureVac, Franz-Werner Haas, reforçou a preocupação em entrevista à Bloomberg TV na quarta-feira, ao dizer que a empresa enfrenta desafios para elevar a produção de sua vacina experimental contra a Covid. Ele destacou que a indústria de mRNA era muito pequena há um ano e agora há pedidos de bilhões de doses.

Os gargalos na cadeia de abastecimento incluem os componentes necessários para produzir o material genético para os imunizantes, juntamente com as nanopartículas de lipídios que envolvem esse material, disse Haas. Também há escassez de máquinas usadas na produção de mRNA, disse Haas.

A Merck, com sede em Darmstadt, Alemanha, não é afiliada à Merck & Co., com sede nos Estados Unidos. No ano passado, a empresa intensificou a colaboração com a BioNTech e também apoiou cerca de 50 outros projetos de vacinas contra a Covid em um papel semelhante ao de um fornecedor no setor automotivo, disse.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.