Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.031,98
    +267,72 (+0,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.638,36
    -215,01 (-0,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,42
    -0,99 (-1,11%)
     
  • OURO

    1.794,50
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    24.067,75
    -281,55 (-1,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    571,41
    -19,35 (-3,28%)
     
  • S&P500

    4.297,14
    +16,99 (+0,40%)
     
  • DOW JONES

    33.912,44
    +151,39 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.509,15
    +8,26 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.040,86
    -134,76 (-0,67%)
     
  • NIKKEI

    28.871,78
    +324,80 (+1,14%)
     
  • NASDAQ

    13.677,00
    -4,25 (-0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1807
    -0,0228 (-0,44%)
     

Binance anuncia nova parceria para "desbloquear" saques e depósitos com Pix

A maior plataforma de negociação de criptomoedas do mundo a Binance, anunciou nesta sexta-feira (24) uma nova parceria para por fim a situação de “bloqueio” dos saques e depósitos do Pix. Tudo começou na sexta-feira passada (17), quando o Capitual, antigo parceiro financeiro da corretora, suspendeu as transações devido a divergências sobre repasse de dados cadastrais dos seus usuários que iam contra exigências do Banco Central.

O bloqueio causou transtornos para os mais de 4 milhões de brasileiros que ficaram impossibilitados de realizar operações de saque e depósitos com Pix na plataforma. A situação aconteceu justamente durante um período de grande volatilidade nos preços das criptomoedas. Usuários utilizaram as redes sociais para reclamar do ocorrido. A Binance, então, anunciou na semana passada que o Capitual deixou de ser o parceiro local para realizar as transações; e que a solução viria com a aquisição da corretora Sim;paul. Agora, a Binance oficializou Latam Gateway para "desbloquear" o dinheiro dos investidores daqui.

A Binance relatou que a nova parceira Latam Gateway fornece serviços financeiros no Brasil para empresas de diversas partes do mundo, dos mais variados setores, desde games e e-commerce a agregadores de pagamento. “O processo de integração com a Latam Gateway será concluído em breve, quando as transações (depósitos e saques) serão totalmente normalizadas. A Binance vai manter a comunidade informada”, explicou a empresa, que, por enquanto, não precisou uma data.

A Binance é a maior corretora do mundo e a plataforma de negociação de criptomoedas mais utilizada pelos brasileiros. Recentemente a empresa foi impedida de realizar transações de saques e depósitos (Imagem:Reprodução/Pexels/karolinagrabowska)
A Binance é a maior corretora do mundo e a plataforma de negociação de criptomoedas mais utilizada pelos brasileiros. Recentemente a empresa foi impedida de realizar transações de saques e depósitos (Imagem:Reprodução/Pexels/karolinagrabowska)

A Binance explica que, por enquanto, uma alternativa para os usuários é usar as transações por meio do sistema P2P (peer-to-peer). Nesse modo de operação, os investidores podem realizar depósitos e saques via negociação direta com outras pessoas cadastradas na plataforma da corretora.

Em nota, a Binance destaca que a Latam Gateway foi criada em 2019 pelos antigos donos da Boa Compra, uma empresa fundada em 2004 e mais tarde vendida para o PagSeguro. A corretora também declara que o mercado brasileiro de criptomoedas é extremamente relevante e que continuará a investir e expandir serviços para os usuários da plataforma no país.

Por que houve o "bloqueio" das transações com PIX na Binance?

Ainda não há uma regulamentação para o funcionamento de corretoras e transações de criptomoedas no Brasil. Nesta semana, o texto original do projeto de lei para o setor sofreu alterações e sua votação foi adiada por conta da crise na direção da Petrobras. Então, por enquanto, o Banco Central exige que os negócios sejam realizados por instituições homologadas por seus diversos critérios gerais, entre eles a presença de um registro nacional e que atenda à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Uma das diretrizes da LGPD prevê a individualização de contas de usuários, que devem estar atrelados a apenas um CPF. A medida visa aumentar a segurança das operações, de modo a evitar lavagem de dinheiro e outros crimes financeiros, a partir da identificação dos investidores.

O Capitual, que não teria um registro homologado como Instituição de Pagamento junto ao Banco Central, usa os serviços de pagamento do Acesso Bank, firma autorizada pelo órgão brasileiro que estaria atuando com um sistema de "contas-mãe" de vários CPFs cadastrados. O problema da parceria com a Binance teria ocorrido porque o Banco Central pediu que o Capitual atualizasse seu banco dados com a individualização das contas.

O Capitual afirmou em nota à imprensa que solicitou à Binance as informações para adequação às normas do Banco Central. Mas a Binance não teria aceitado o modelo de cessão de dados de seus clientes que o então parceiro exigiu. Como prazo estipulado pelo governo brasileiro encerrou na última quinta-feira (16), a Binance, então, terminou a união na sexta (17) — o que deixou a corretora internacional de criptomoedas sem opção nacional.

A Binance afirmou em nota que está em processo de aquisição da corretora local Sim;paul, aprovada pelo governo para atuar como intermediário nacional da exchange. Contudo, a conclusão da análise regulatória de compra deve demorar um pouco. Então, a solução, seja momentânea ou não, foi a escolha de um novo parceiro, a Latam Gateway. Contudo, como dito acima, ainda não há data para a liberação de saques e depósitos via Pix.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos