Mercado abrirá em 8 h 16 min

Bill Gates revela o que ele mais invejava em Steve Jobs

Nathan Vieira

Na última terça-feira (10), o Wall Street Journal publicou uma entrevista com ninguém menos que o magnata Bill Gates, co-fundador da Microsoft. Um dos pontos abordados durante essa conversa foi justamente um outro visionário muito importante para a indústria da tecnologia: Steve Jobs, o fundador da Apple.

Que Steve Jobs gostava de pensar diferente, a gente já sabe. No entanto, não é essa a característica que mais cativou Bill Gates, segundo suas declarações ao WSJ. Ao falar a respeito de Jobs, o empresário revelou que era de causar inveja sua habilidade de falar em público: "Steve Jobs sempre teve um dom mais natural para isso [falar em público]. Ele podia falar sobre qualquer coisa, inclusive o NeXT Computer, que não era uma máquina tão boa, e ainda assim mesmerizar completamente as pessoas que estivessem no auditório", conta Bill Gates. "Eu queria ser mágico dessa forma, porque defendo causas que, sob alguns aspectos, são mais impactantes — e eu preciso me certificar de que elas não serão ignoradas", ele ainda aproveita para acrescentar.

Durante a entrevista para o jornal, Bill Gates não falou apenas sobre Jobs. Um assunto delicado levantado pelo veículo foi a relação entre Gates e Jeffrey Epstein, um criminoso sexual e financista condenado. Epstein começou sua carreira em finanças no banco de investimento Bear Stearns, antes de formar sua própria firma, a J. Epstein & Co. De acordo com Bill Gates, não havia necessariamente uma conexão entre eles dois: "Eu me encontrei com ele algumas vezes, mas não tinha nenhuma relação de amizade ou negócios com ele", declara. "As pessoas em volta dele diziam 'ei, se você quiser angariar muito dinheiro para as causas da saúde global e juntar mais filantropos, ele conhece muita gente rica'", completou Gates.

No entanto, a principal razão pela qual Gates deu a entrevista ao veículo norte-americano é o documentário produzido pela Netflix, chamado Inside Bill’s Brain: Decoding Bill Gates. A produção focará na vida de Gates pós-Microsoft como filantropo, participante de ações beneficentes globais e cofundador da Fundação Bill & Melinda Gates. Confira o trailer:

A direção ficou nas mãos de Davis Guggenheim, que ganhou um Oscar por An Inconvenient Truth, documentário de 2007. Vale lembrar que não falta muito para a estreia do filme, que está prevista para o dia 20 setembro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: