Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.860,75
    +2.619,69 (+4,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Bill Gates: jantares com Jeffrey Epstein foram "grande erro"

·1 minuto de leitura
Bill Gates, Co-Chair of Bill & Melinda Gates Foundation, attends the World Economic Forum (WEF) annual meeting in Davos, Switzerland, January 22, 2019. REUTERS/Arnd Wiegmann
Bill Gates, Co-Chair of Bill & Melinda Gates Foundation, attends the World Economic Forum (WEF) annual meeting in Davos, Switzerland, January 22, 2019. REUTERS/Arnd Wiegmann
  • BIll Gates chama relação com Jefrey Epstein de “grande erro”

  • Epstein foi condenado por crimes sexuais e encontrado morto na prisão

  • Os dois se encontravam para discutir sobre filantropia

Em entrevista à CNN, o cofundador da Microsoft, Bill Gates afirmou que ter se relacionado com Jefrey Epstein foi “um grande erro”, incluindo jantares em várias ocasiões. Epstein foi condenado por crimes sexuais e encontrado morto na prisão enquanto aguardava julgamento por acusações relacionadas a tráfico sexual. As informações são da Bloomberg.

Leia também:

Jantares por filantropia

Segundo Gates, os dois se encontraram para discutir projetos de filantropia, mas esse encontros diminuíram depois de a probabilidade de conseguir um financiamento foi reduzida. Uma porta-voz da Microsoft garantiu que os encontros fossem sobre caridade.

Já de acordo com o jornal The New York Times em 2019, Bill Gates se reuniu várias vezes com Epstein desde 2011, período em que o financista já havia se confessado culpado de duas acusações de envolvimento com prostituição.

Separação

Gates e Melinda puseram fim a um casamento que durou 27 anos em maio deste ano e ven enfrentando acusações de infidelidade e contra seu administrador financeiro, Michael Larson, mas o bilionário garante que ele e Melinda tentarão trabalhar juntos na Fundação Bill e Melinda Gates. Além disso, ele afirma que não deveria ter dado tanta credibilidade a Epstein.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos