Mercado abrirá em 3 h 16 min

Bill Gates deixa conselho da Microsoft para se dedicar mais à filantropia

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Bill Gates, cofundador da Microsoft, anunciou nesta sexta-feira (13) a saída o posto no conselho de administração da companhia que ajudou a criar, em 1975, para se dedicar à filantropia.

Ele também sairá do conselho da Berkshire Hathaway, do bilionário Warren Buffet.

Em comunicado ao mercado, a Microsoft afirma que Gates continuará a ser um conselheiro de tecnologia do presidente executivo, Satya Nadella, e outros executivos da empresa.

Cofundador da gigante Microsoft, Gates tinha 39 anos quando a empresa chegou ao seu auge. Hoje, tem uma fortuna estimada em US$ 75 bilhões, segundo a revista Forbes, o que o coloca como um dos homens mais ricos do planeta.

O bilionário se notabilizou nos últimos anos pelo envolvimento com educação e saúde em países em desenvolvimento.

Gates, que abandonou Harvard para fundar a Microsoft com um amigo em 1975, passou a se dedicar à sua fundação filantrópica em 2008, à qual doou dezenas de bilhões de dólares.

Ele explicou suas motivações também em uma postagem no LinkedIn.