Mercado fechará em 1 h 34 min

Bill Gates ataca negacionismo de Musk sobre covid-19: ‘chocante’

Marcus Couto
·2 minuto de leitura
Gates: Musk deveria se limitar aos campos que conhece. (Foto: Hou Yu/China News Service/VCG via Getty Images)
Gates: Musk deveria se limitar aos campos que conhece. (Foto: Hou Yu/China News Service/VCG via Getty Images)

O cofundador da Microsoft, Bill Gates, atualmente uma das maiores referências quando o assunto é a covid-19 e o desenvolvimento de vacinas, por conta de seu envolvimento com a fundação Gates, atacou seu colega bilionário Elon Musk, chefe executivo da Tesla e da SpaceX, durante uma entrevista à TV americana. Gates disse que os comentários de Musk sobre a pandemia são “chocantes”.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Desde o começo da pandemia, Musk tem se destacado por sua posição “negacionista” em relação à doença, sugerindo haver uma campanha de “exagero” em torno da gravidade da covid-19, mesmo com os números de mortos subindo a cada dia, no mundo todo, especialmente no país onde ele mora atualmente, os Estados Unidos.

Leia também

Durante a entrevista, Gates sugeriu que Musk se atesse a opinar sobre os assuntos que ele domina, no caso, carros elétricos e foguetes. E não sobre doenças infecciosas, ramo que Musk não tem experiência de trabalho, ao contrário do cofundador da Microsoft.

“A posição do Elon é manter um alto nível de comentários chocantes. Ele não é muito envolvido com vacinas. Ele faz um ótimo carro elétrico. E os foguetes dele funcionam bem. Então ele pode falar sobre essas coisas. Mas eu espero que ele não se confunda em áreas nas quais ele não está muito envolvido”, disse Gates.

Musk tem divulgado suas opiniões negacionistas – e polêmicas – principalmente por meio do Twitter. Apesar de ir contra a orientação de especialistas no assunto, a opinião do chefe executivo da Tesla tem pelo menos um embasamento: os planos de expansão de suas empresas. Com a pandemia, as fábricas da Tesla, por exemplo, tiveram que ser temporariamente fechadas, atrasando os planos de produção de Musk, que geralmente rodam em um apertado cronograma.

O executivo chegou a desafiar as autoridades a prenderem ele, afirmando que iria abrir suas fábricas independente das restrições impostas. Desde então, Musk tem se tornado um forte divulgador de teorias negacionistas em relação à gravidade da covid-19, buscando apoio em outras figuras famosas pela mesma posição, entre elas o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube