Mercado fechado

Bill Gates acredita que seu maior erro foi ter deixado Google comprar Android

Wagner Wakka

Bill Gates, um dos fundadores da Microsoft, deu uma entrevista em um painel da empresa de investimentos Village Global e abriu seu coração sobre o passado da companhia. Para o executivo, um dos maiores erros da vida dele foi deixar que a Microsoft perdesse o Android para a Google.

Em meio ao papo, ele foi questionado sobre sistemas operacionais e passado, quando citou o concorrente.

“No mundo de softwares, em especial de plataformas, estes são mercados de tudo ou nada. Então, o maior erro da minha vida foi toda falha de gerenciamento que eu tomei que resultou na Microsoft não ser o que o Android é. Isto é, o Android é o padrão de smartphones para aparelhos não-Apple. Para a Microsoft, era uma mercado óbvio. É realmente tudo ou nada. Se você está com metade dos apps ou 90% dos apps, só depende de você o seu destino. Há espaço para somente um sistema operacional que não seja da Apple e quanto vale isso? US$ 400 bilhões que seriam transferidos da empresa G [Google] para a M [Microsoft]”, disse o executivo.

Claro que a Microsoft não está disposta a pagar esse montante para a concorrente. A Google comprou o Android em 2005, na época por uma negociação milionária de US$ 50 milhões. Em 2012, o ex-CEO do Android, Eric Schmidt, falou em entrevista que a proposta era realmente pegar o mercado da Microsoft e se fortalecer nos smartphones antes da gigante dos PCs.

Depois de tentar entrar no mercado de smartphones com o Windows Phone, a Microsoft ficou conhecida por não se dar bem no setor. No ano passado, o seu sistema operacional mobile foi descontinuado oficialmente, decretando o fim da empresa no setor.

A falha da companhia já é conhecida há tempo. Uma das frases mais antigas é de Steve Ballmer, ex-CEO da Microsoft, que negou que o mercado de smartphones daria certo. Ele chegou a rir em uma entrevista dizendo que o iPhone não iria vingar por não conter teclado.

Agora, contudo, a Microsoft parece cada vez mais próxima de sua concorrente, pelo menos no mercado de PCs. No ano passado, já surgiram rumores de que o navegador Edge seria reformado, usando o Chromium como base para o novo formato. Este é o setor em que a Microsoft perdeu espaço para concorrentes, apesar da supremacia sobre o Netscape no início do século.

Além disso, o novo Surface deve vir com um novo sistema operacional compatível com aplicações Android. Chamado de Centaurus, o novo tablet teria uma loja específica compatível com os apps da Play Store.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: