Mercado fechado

11 bilionários que doaram contra o coronavírus

À medida que o mundo se une cada vez mais para combater o coronavírus e reduzir a perda de vidas em quase todos os países, algumas das pessoas mais ricas do planeta resolveram ajudar com aquilo que elas têm de sobra: dinheiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

São doações variadas, de equipamentos médicos a investimentos em pesquisa, auxílio a trabalhadores e bancos de alimentos. E bilionários variados, incluindo gigantes do varejo, da tecnologia, da TV, da música e de outros ramos. Veja alguns exemplos.

Veja também

Luiza Helena Trajano

A bilionária do varejo brasileiro está doando quase US$ 2 milhões junto com o executivo da Magazine Luiza Fabrizio Bittar Garcia ao governo federal para adquirir respiradores e outros equipamentos médicos. A empresa prometeu não demitir funcionários e enviou assistência financeira a funcionários de baixa renda, incluindo um subsídio de creche para quase 5,5 mil funcionárias.

Jack Dorsey

Em 7 de abril, o bilionário fundador do Twitter prometeu doar US$ 1 bilhão aos esforços de combate ao coronavírus usando suas ações na Square. Dorsey diz que os fundos servem para apoiar a saúde, a educação e a renda básica universal das mulheres após a epidemia do COVID-19.

Giuliana, Luciano e Sabrina Benetton

O braço de investimentos da família Benetton, Edizione Srl, doou cerca de US$ 3,2 milhões para hospitais nas cidades italianas Milão, Roma e Treviso.

Oprah Winfrey

A gigante da TV anunciou em 2 de abril que doaria US$ 10 milhões para o combate ao coronavírus, com US$ 1 milhão destinado à nova iniciativa do chef José Andrés, o America's Food Fund. A bilionária Laurene Powell Jobs também está contribuindo para o Fundo Alimentar dos EUA.

Ren Zhengfei

A Huawei Technologies, liderada por Ren, doou suprimentos médicos para instituições de saúde na Europa e América do Norte com 10 mil máscaras N95, 20 mil roupas descartáveis, 50 mil óculos de proteção médica e 10 mil luvas para hospitais em Nova York.

Patrizio Bertelli, Miuccia Prada

Em 19 de março, os co-CEOs da gigante da moda Prada anunciaram que doaram duas unidades de terapia intensiva e reanimação cada para os hospitais Vittore Buzzi, Sacco e San Raffaele, em Milão.

Li Ka-shing

O investidor mais influente da Ásia doou US$ 13 milhões para ajudar Wuhan, o epicentro do surto de coronavírus, em fevereiro. Sua fundação também distribuiu 250 mil máscaras para organizações de assistência social e lares para idosos em Hong Kong.

Phil Knight

O co-fundador da Nike, o presidente executivo Mark Parker e o CEO John Donahoe estão doando US$ 10 milhões aos esforços de combate ao COVID-19 no Oregon, incluindo US$ 7 milhões à Oregon Health & Science University.

Jay-Z

O rapper bilionário e a cantora Rihanna doaram US$ 1 milhão cada para apoiar os filhos dos profissionais de saúde na linha de frente, bem como das populações vulneráveis, como trabalhadores indocumentados e encarcerados.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.