Mercado fechado
  • BOVESPA

    96.582,16
    +1.213,40 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.801,37
    -592,34 (-1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,34
    +0,17 (+0,47%)
     
  • OURO

    1.869,90
    +1,90 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    13.549,75
    +119,08 (+0,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    265,79
    +23,11 (+9,52%)
     
  • S&P500

    3.310,11
    +39,08 (+1,19%)
     
  • DOW JONES

    26.659,11
    +139,16 (+0,52%)
     
  • FTSE

    5.581,75
    -1,05 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.468,63
    -117,97 (-0,48%)
     
  • NIKKEI

    23.140,31
    -191,63 (-0,82%)
     
  • NASDAQ

    11.184,50
    -158,25 (-1,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7486
    +0,0030 (+0,04%)
     

Bilionários nunca estiveram tão ricos: fortuna agora passa de US$ 10 trilhões

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Jeff Bezos, homem mais rico do mundo. (Foto: SAUL LOEB/AFP via Getty Images)
Jeff Bezos, homem mais rico do mundo. (Foto: SAUL LOEB/AFP via Getty Images)

Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, e altas nas taxas de desemprego no mundo todo, os mais ricos do mundo conseguiram enriquecer ainda mais. As informações são do portal G1, com base em pesquisa do banco suíço UBS e da consultoria PwC.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Segundo o levantamento, o número de bilionários passou de 2.158 em 2017 para 2.189 em 2020, e somadas, suas fortunas bateram um valor recorde de US$ 10,2 trilhões.

A alta é puxada pelos setores industrial, de tecnologia e de saúde.

Leia também

Apesar de a crise do coronavírus ter feito encolher a fortuna dos bilionários temporariamente, no início do ano, a retomada do mercado financeiro com os primeiros sinais de reabertura alavancaram o enriquecimento.

Entre os países, lideram os Estados Unidos, com o maior número de bilionários (fortunas somadas de US$ 3,6 trilhões), seguidos por China (US$ 1,68 trilhão) e Alemanha (US$ 594 bilhões).

O Brasil também viu uma alta de 38% na fortuna dos bilionários, na comparação com 2019: US$ 176,1 bilhões atualmente.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube