Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.173,10
    -101,01 (-0,52%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Bilionários ganharam mais de US$ 1 trilhão desde o início da pandemia

·1 min de leitura
Jeff Bezos, CEO da Amazon. (Foto: Associated Press)
Jeff Bezos, CEO da Amazon. (Foto: Associated Press)

Enquanto a maior parte da população sofre com desemprego galopante, sistemas de saúde pressionados pelo novo coronavírus, e a perspectiva de uma crise econômica que tende a se agravar a partir do ano que vem, uma (minúscula) parte da população encontrou vantagens financeiras nesse caos todo: os mais ricos do mundo.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Segundo um relatório do Institute for Policy Studies repercutido pelo site Statista, líder em análises de dados de mercado, desde março – período que coincide com a chegada do vírus ao ocidente e o início das medidas mais severas de isolamento social –, a fortuna de bilionários americanos cresceu mais de US$ 1 trilhão, equivalente a mais de 34%.

Leia também:

A alta se concentra em um grupo super restrito, de apenas 650 indivíduos, que reúnem uma riqueza impressionante.

No topo dessa pirâmide, estão os grandes capitalistas à frente de gigantes da tecnologia, como a Amazon e a Tesla, cujos donos são hoje os homens mais ricos do mundo, Jeff Bezos e Elon Musk, respectivamente.

Bezos, por exemplo, viu sua fortuna crescer US$ 69.4 bilhões entre 17 de março e 24 de novembro. Enquanto isso, Musk viu seu patrimônio saltar no mesmo período 414% – de US$ 24.6 bilhões para US$ 126.2 bilhões, tornando-se o segundo homem mais rico do mundo, à frente do cofundador da Microsoft, Bill Gates.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube