Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.880,82
    +1.174,91 (+0,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.219,26
    +389,95 (+0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,42
    +1,60 (+2,51%)
     
  • OURO

    1.843,40
    +19,40 (+1,06%)
     
  • BTC-USD

    49.472,76
    +261,18 (+0,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.380,89
    +22,33 (+1,64%)
     
  • S&P500

    4.173,85
    +61,35 (+1,49%)
     
  • DOW JONES

    34.382,13
    +360,68 (+1,06%)
     
  • FTSE

    7.043,61
    +80,28 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    28.027,57
    +308,90 (+1,11%)
     
  • NIKKEI

    28.084,47
    +636,46 (+2,32%)
     
  • NASDAQ

    13.392,25
    +292,00 (+2,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3972
    -0,0153 (-0,24%)
     

Bilionários brasileiros da saúde enriqueceram na pandemia

Marcus Couto
·3 minuto de leitura
Vacinação da COVID-19 no Brasil. (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
Vacinação da COVID-19 no Brasil. (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
  • Dos nove bilionários brasileiros ligados à saúde em 2021, oito ficaram mais ricos no último ano.

  • Fundador da rede D’Or lidera lista dos bilionários da saúde.

  • Informações foram levantadas pela revista Forbes.

Dentre os vários setores que fizeram engordar a fortuna dos bilionários brasileiros, destaca-se a saúde.

Negócios gerados pela pandemia e um processo de expansão que se traduziu em grandes aberturas de capital na bolsa de valores e na valorização de ações já negociadas explicam o aumento do patrimônio de oito dos nove brasileiros bilionários no ramo da saúde no último ano.

Leia também:

As informações foram compiladas pelo portal de notícias UOL a partir da lista dos mais ricos organizada pela revista Forbes.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Quem lidera a lista dos bilionários da saúde brasileiros é o médico Jorge Moll Filho, fundador da rede D’Or, cujo patrimônio saltou de US$ 2 bilhões em 2020 para US$ 11,3 bilhões em 2021, após uma bem-sucedida abertura da de capital de sua empresa no final do ano.

O IPO da Rede D'Or foi o maior da bolsa de valores brasileira desde 2013 – atingindo um valor de R$ 11,4 bilhões.

Destacam-se também os membros da família Godoy Bueno, do grupo de laboratórios Dasa – Dulce Pugliese de Godoy Bueno é a mais rica, com fortuna estimada em mais de US$ 6 bilhões, um salto em relação aos US$ 3,5 bilhões que tinha um ano antes, graças à valorização dos papéis de sua empresa.

Fortunas cresceram não apenas no Brasil

A pandemia do novo coronavírus trouxe crise econômica global, desemprego e fechamento de empresas – grandes e pequenas – no mundo todo. Mas, segundo levantamento da revista Forbes, na esfera dos mais ricos, a pandemia trouxe, na maioria das vezes, ainda mais enriquecimento.

Na reportagem especial em que lista os mais ricos do mundo, a Forbes revela que 86% dos bilionários enriqueceram de um ano pra cá – eles estão mais ricos neste ano do que em 2020.

Isso se explica pelo fato de que esses mais ricos atuam muitas vezes no segmento da tecnologia – que viveu um “boom” na pandemia com o aumento na demanda por compras online e outros serviços digitais.

Os mais ricos

A revista Forbes divulgou sua lista anual das pessoas mais ricas do mundo. E pelo quarto ano consecutiva, o fundador da gigante do comércio eletrônico Amazon, Jeff Bezos, apareceu no topo.

A fortuna de Bezos é estimada pela revista em cerca de US$ 177 bilhões, ou mais de R$ 991 bilhões. Seus ganhos vêm todos da expansão da Amazon, de startup de garagem a megacompanhia que se expande pelo mundo todo. 

Em segundo lugar, apareceu o “TechnoRei” da Tesla – como ele mesmo gosta de se chamar –, o sul-africano Elon Musk.

Musk já acumula uma fortuna estimada em US$ 151 bilhões, ou pouco mais de R$ 845 na conversão do dia. No caso do bilionário sul-africano, os ganhos vêm principalmente da valorização das ações de sua montadora de veículos elétricos, a Tesla.

Confira a lista dos 20 mais ricos do mundo, segundo a Forbes:

  1. Jeff Bezos

  2. Elon Musk

  3. Bernard Arnault

  4. Bill Gates

  5. Mark Zuckerberg

  6. Warren Buffett

  7. Larry Ellison

  8. Larry Page

  9. Sergey Brin

  10. Mukesh Ambani

  11. Amancio Ortega

  12. Francoise Bettencourt Meyers

  13. Zhong Shanshan

  14. Steve Ballmer

  15. Ma Huateng

  16. Carlos Slim

  17. Alice Walton

  18. Jim Walton

  19. Rob Walton

  20. Michael Bloomberg

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube