Mercado abrirá em 5 h 25 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,43
    +2,25 (+3,40%)
     
  • OURO

    1.788,30
    +11,80 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    56.824,95
    +534,48 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.463,46
    +20,68 (+1,43%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.059,45
    -50,50 (-0,71%)
     
  • HANG SENG

    23.733,20
    +257,94 (+1,10%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.390,00
    +239,50 (+1,48%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3938
    +0,0238 (+0,37%)
     

Bilionário quer construir cidade inteligente de R$ 6,4 bilhões

·1 min de leitura
Representação de cidade inteligente
A comunidade de NeoCity, que abrigará a cidade de Song, está sendo desenvolvida para servir como centro global de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia
(Getty Creative)
  • Magnata coreano Young-hwa Song adquiriu 25 acres no distrito de NeoCity

  • Ideia é construir uma cidade inteligente; gastos são estimados em R$ 6,4 bilhões

  • A cidade contará com diversos recursos tecnológicos 

Os planos do bilionário coreano Young-hwa Song de construir uma cidade inteligente em Orlando parecem estar avançando. Nesta semana, foi aprovada a venda de 25 acres no distrito de tecnologia NeoCity e a expectativa é de que sejam investidos nada menos que R$ 6,4 bilhões no projeto.

NeoCity é uma comunidade que está sendo desenvolvida para servir como centro global de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia. A previsão é de que movimente até R$ 152 bilhões a longo prazo.

Leia também:

Fundador da DS Semicon e detentor de várias patentes de tecnologia usadas pela Samsung, Song pretende construir dentro do espaço um centro de varejo e entretenimento, 1.150 condomínios, uma torre de escritórios comerciais, cinema, hotel para conferências com 200 quartos e um centro de eventos com 700 lugares.

Mas não para por aí. A cidade inteligente contará com diversos recursos tecnológicos, como energia solar, postes com sensores de movimento e vagas de estacionamento capazes de carregar carros elétricos. As informações são da Wesh.

“Vimos de longe quando começamos nosso desenvolvimento do NeoCity, mas agimos rapidamente para avançar em nossas prioridades. Mesmo assim, sabíamos que levaria tempo, paciência e capital para ter sucesso”, disse Brandon Arrington, presidente da Osceola Commission.

As partes têm até 13 de dezembro para formalizar um acordo de transferência de propriedade. Estima-se que Song tenha gastado R$ 75,34 milhões na compra do terreno.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos