Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.035,17
    -2.221,19 (-1,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.592,91
    +282,64 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,66
    -1,87 (-2,94%)
     
  • OURO

    1.733,00
    -42,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    45.183,97
    -1.431,18 (-3,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    912,88
    -20,25 (-2,17%)
     
  • S&P500

    3.811,15
    -18,19 (-0,48%)
     
  • DOW JONES

    30.932,37
    -469,64 (-1,50%)
     
  • FTSE

    6.483,43
    -168,53 (-2,53%)
     
  • HANG SENG

    28.980,21
    -1.093,96 (-3,64%)
     
  • NIKKEI

    28.966,01
    -1.202,26 (-3,99%)
     
  • NASDAQ

    12.905,75
    +74,00 (+0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7583
    +0,0194 (+0,29%)
     

Bilionário dará R$ 3 milhões por evidências de vida após a morte

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Robert Bigelow, bilionário e pesquisador do desconhecido. (Foto: AP Photo/John Raoux)
Robert Bigelow, bilionário e pesquisador do desconhecido. (Foto: AP Photo/John Raoux)

O bilionário americano Robert Bigelow lançou, por meio do instituto que também leva seu nome, um concurso inusitado: ele dará um premio de US$ 500 mil, ou cerca de R$ 3 milhões, para quem apresentar as melhores evidências de que existe vida após a morte.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

As inscrições devem ser feitas por meio de uma redação escrita, e elas precisam conter evidências, relatos de aparições ou experiências, que convençam os jurados de que elas representam mesmo indícios significativos da existência de algum tipo de vida após a morte.

Leia também:

O concurso receberá inscrições até o dia 28 de fevereiro pelo site do Instituto. As informações são do Fantástico.

Bigelow tem uma fortuna avaliada em mais de R$ 5 bilhões, conquistada por meio de negócios no setor imobiliário.

E ao logo da vida dele, ele tem a dedicado também para o financiamento de pesquisas aeroespaciais, junto da Nasa, a Agência Espacial dos Estados Unidos, e também de busca por vida alienígena.

Segundo o bilionário, que tem hoje 75 anos, o interesse é o resultado de vivências pessoais e na família, tanto com fenômenos aéreos não identificados quanto com a perda de pessoas queridas.

Tem alguma evidência de vida após a morte? Inscreva-a no site do Bigelow Institute!

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube