Mercado fechará em 3 h 52 min
  • BOVESPA

    121.942,26
    +33,23 (+0,03%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.285,30
    -581,85 (-1,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,97
    +0,05 (+0,08%)
     
  • OURO

    1.833,90
    -3,70 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    56.349,91
    -1.956,89 (-3,36%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.505,76
    +1.263,08 (+520,47%)
     
  • S&P500

    4.150,33
    -38,10 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.269,22
    -473,60 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.013,81
    -581,89 (-2,03%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.307,75
    -49,00 (-0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3489
    +0,0087 (+0,14%)
     

Bilionário defende desregulamentar gás de xisto na Argentina

Jonathan Gilbert e Daniela Sirtori-Cortina
·1 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Petrolíferas precisam de mais liberdade se a Argentina quiser desenvolver totalmente as reservas de gás de xisto na Patagônia, segundo o bilionário dono de uma das maiores empresas de petróleo do país.

Vaca Muerta, que tem potencial para imitar o sucesso da Bacia Permiana nos Estados Unidos e revitalizar a frágil economia da Argentina, ainda produzia apenas 138 mil barris de petróleo por dia em fevereiro em relação à previsão de 4,6 milhões por dia para o depósito no próximo mês.

A principal razão pela qual as empresas não aceleram a produção quase uma década depois de perfurar os primeiros poços são as várias regras do governo - e muitas mudanças nessas regras -, disse Alejandro Bulgheroni, que controla a Pan American Energy em parceria com a chinesa CNOOC e a britânica BP.

As petroleiras devem estar “satisfeitas por estarem no comando dos negócios e não receberem instruções sobre como administrar as coisas todos os dias”, disse Bulgheroni em entrevista. “As empresas que precisam investir bilhões de dólares em qualquer parte do mundo precisam ter algumas garantias sobre o futuro.”

A Argentina tem tradição em intervir nos mercados de energia. Atualmente, controles de capital e de exportação têm impedido o desenvolvimento mais rápido de Vaca Muerta. O governo prepara um projeto de lei que facilitaria esses controles e daria às petrolíferas condições de investimento previsíveis, incluindo um mecanismo especial de preços para o petróleo.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.