Mercado abrirá em 4 h 52 min
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,90
    +0,62 (+0,95%)
     
  • OURO

    1.833,90
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    56.992,98
    +1.216,07 (+2,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.545,71
    +1.303,03 (+536,93%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.995,27
    +47,28 (+0,68%)
     
  • HANG SENG

    28.199,43
    +185,62 (+0,66%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    13.321,25
    -24,75 (-0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3379
    -0,0075 (-0,12%)
     

Biden vai propor alta em impostos sobre ganhos de capital para custeio de assistência infantil, dizem fontes

Jarrett Renshaw e Trevor Hunnicutt
·2 minuto de leitura
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. 25/01/2021. REUTERS/Kevin Lamarque.

Por Jarrett Renshaw e Trevor Hunnicutt

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, vai propor na próxima semana elevar os tributos sobre os ricos para financiar grandes investimentos em assistência infantil, educação pré-escolar universal e licença remunerada aos trabalhadores, disseram fontes familiarizadas com o plano.

Biden vai propor um aumento da taxa marginal do Imposto de Renda de 37% para 39,6%, e quase dobrar os impostos sobre ganhos de capital para 39,6% para pessoas que ganham mais de 1 milhão de dólares, de acordo com as fontes.

Os detalhes do plano de Biden para as famílias norte-americanas ainda estão sendo finalizados, mas o presidente planeja anunciar as medidas na próxima semana, antes de seu primeiro discurso ao Congresso, na quarta-feira.

O Congresso, profundamente dividido, precisa aprovar as várias medidas fiscais incluídas no plano.

A proposta, que tem estado em elaboração há semanas, desencadeou quedas acentuadas em Wall Street, com o índice S&P 500 caindo 1% no início da tarde depois de notícia da Bloomberg sobre a medida.

Norte-americanos ricos podem encarar uma alíquota geral de imposto sobre ganhos de capital de até 43,4%, incluindo o imposto de investimento líquido de 3,8% sobre indivíduos com renda de 200 mil dólares ou mais. Este último ajuda a financiar o Affordable Care Act, conhecido como Obamacare.

Atualmente, aqueles que ganham mais de 200 mil dólares pagam um tributo geral de cerca de 23,8%, incluindo o imposto de investimento líquido ao Obamacare.

Ainda assim, analistas do mercado acham virtualmente impossível isso ser aprovado no Congresso.

"Se tivesse uma chance de ser aprovada, estaríamos caindo 2 mil pontos", disse Thomas Hayes, presidente e membro gerente do fundo hedge Great Hill Capital LLC, referindo-se ao noticiário sobre a elevação do imposto sobre ganhos de capital.

(Reportagem adicional de Andrea Shalal, David Lawder e Herbert Lash)