Mercado abrirá em 4 h 16 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,73
    +0,46 (+0,69%)
     
  • OURO

    1.869,80
    +2,20 (+0,12%)
     
  • BTC-USD

    45.137,61
    -221,04 (-0,49%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.254,73
    +56,81 (+4,74%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.063,18
    +30,33 (+0,43%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.405,75
    +102,25 (+0,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4277
    +0,0178 (+0,28%)
     

Biden vai propor alta em impostos sobre ganhos de capital para custeio de assistência infantil, dizem fontes

·1 minuto de leitura
Biden vai propor alta em impostos sobre ganhos de capital para custeio de assistência infantil, dizem fontes

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, vai propor planos na próxima semana para elevar os tributos sobre os ricos para financiar grandes investimentos em creches, educação pré-escolar universal e licença remunerada aos trabalhadores, disseram fontes familiarizadas com o plano.

Biden vai propor um aumento da alíquota marginal do imposto de renda de 37% para 39,6%, e quase dobrar os impostos sobre ganhos de capital para 39,6% para pessoas que ganham mais de 1 milhão de dólares, de acordo com as fontes.

Os detalhes do "American Families Plan" de Biden ainda estão sendo finalizados, mas o presidente planeja anunciar as medidas na próxima semana, antes de seu primeiro discurso ao Congresso.

O Congresso precisa aprovar as várias medidas fiscais incluídas nos planos.

(Por arrett Renshaw e Trevor Hunnicutt)