Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    60.084,71
    -1.201,79 (-1,96%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Biden vai anunciar nova doação de 500 milhões de vacinas contra a Covid

·2 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  17-06-2014 - O presidente americano Joe Biden. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 17-06-2014 - O presidente americano Joe Biden. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os Estados Unidos planejam doar mais 500 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a Covid-19 para a comunidade global, o que fará o país atingir a marca de 1 bilhão de doses repassadas. Os detalhes do plano devem ser divulgados pelo presidente americano, Joe Biden, nesta quarta-feira (22), durante cúpula virtual organizada por ele para debater a pandemia. O tema já foi tratado pelo democrata na Assembleia-Geral da ONU, nesta terça (21).

Os EUA já haviam adquirido e doado, por meio do consórcio Covax Facility, vinculado à Organização Mundial de Saúde, 500 milhões de doses. Nesta terça, na ONU, Biden disse que os EUA investiram mais de US$ 15 bilhões na resposta global ao coronavírus, levando imunizantes a cem países.

O americano vem pressionando líderes globais a ampliar esforços contra a Covid. De acordo com um documento obtido pela agência de notícias Reuters, entre os objetivos da nova doação está a garantia de que 70% da população mundial esteja vacinada até 2022.

Nos EUA, espera-se que as agências reguladoras autorizem, ainda nesta semana, a aplicação da terceira dose da vacina da Pfizer para idosos ou pessoas com comorbidades. Se a liberação seguir o cronograma esperado, o governo deve implementar a injeção de reforço na sexta (24).

As discussões sobre a aplicação da terceira dose conflitam com a situação da vacinação em países menos desenvolvidos. Segundo a plataforma Our World in Data, ligada à Universidade Oxford, 31,9% da população mundial já está com o esquema de vacinação completo; mas só 2% das pessoas em países de baixa renda receberam pelo menos uma dose.

A OMS tem feito reiterados pedidos, aos EUA e a outros países ricos, que adiem os planos de oferecer doses de reforço nesse momento e, em vez disso, usem essas vacinas para ajudar a inocular pessoas em países pobres.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos