Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.778,60
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    33.906,57
    +1.279,95 (+3,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    809,72
    +15,39 (+1,94%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.480,48
    +170,72 (+0,60%)
     
  • NIKKEI

    28.885,21
    +1,08 (+0,00%)
     
  • NASDAQ

    14.284,75
    +26,50 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9152
    -0,0046 (-0,08%)
     

Biden pede que inteligência dos EUA dobre esforços para estudar as origens da Covid

·2 minuto de leitura
Biden pede que inteligência dos EUA dobre esforços para estudar as origens da Covid
Biden pede que inteligência dos EUA dobre esforços para estudar as origens da Covid

Nesta quarta-feira (26), Joe Biden pediu à comunidade de inteligência dos Estados Unidos que dobre os esforços para estudar as origens do coronavírus. O presidente afirmou ter recebido um relatório no início deste mês com a “análise mais atualizada das origens da Covid-19” e pediu acompanhamento adicional em 90 dias.

Biden disse que a comunidade de inteligência dos EUA ainda não se uniu em torno de uma teoria comum sobre se a Covid-19 surgiu do contato humano com um animal infectado ou de um acidente de laboratório.

“Eu agora pedi à Comunidade de Inteligência para redobrar seus esforços para coletar e analisar informações que poderiam nos trazer mais perto de uma conclusão definitiva, e para me reportar em 90 dias. Como parte desse relatório, solicitei áreas de investigação adicional que podem ser necessárias, incluindo questões específicas para a China ”, revelou Biden.

O presidente também disse que pediu à comunidade de inteligência que mantivesse o Congresso informado sobre seu trabalho neste assunto.

“Os Estados Unidos também continuarão trabalhando com parceiros com ideias semelhantes em todo o mundo para pressionar a China a participar de uma investigação internacional completa, transparente e baseada em evidências e fornecer acesso a todos os dados e evidências relevantes”, concluiu Biden.

Fonte: The Guardian

Covid-19: Joe Biden afirma estar negociando envio de vacinas a outros países

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse na última terça-feira (27) que o governo americano está discutindo um prazo para começar a enviar vacinas contra a Covid-19 para outros países. Os EUA também se preparam para a entrega de medicamentos e outros equipamentos à Índia, que teve um aumento expressivo de casos, sendo considerada o novo epicentro da doença.

“Acredito que estaremos em posição de poder compartilhar vacinas e conhecimento com outros países que realmente precisam. Essa é a esperança e a expectativa”, afirmou Biden a repórteres em declaração na Casa Branca.

Para saber mais, acesse a reportagem no Olhar Digital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos