Mercado abrirá em 2 h 19 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,93
    +1,36 (+2,07%)
     
  • OURO

    1.771,10
    -13,20 (-0,74%)
     
  • BTC-USD

    56.794,66
    -300,47 (-0,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.446,57
    -22,51 (-1,53%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.125,91
    -42,77 (-0,60%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.965,00
    +95,25 (+0,60%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4085
    -0,0383 (-0,59%)
     

Biden mantém Jerome Powell à frente do Fed

·2 min de leitura
(ARQUIVO)O presidente do Conselho do Federal Reserve, Jerome Powell, em Washington, DC, em 30 de janeiro de 2019 (AFP/SAUL LOEB)

Joe Biden manteve nesta segunda-feira(22) Jerome Powell como presidente do Banco Central dos Estados Unidos (Fed) por um segundo mandato de quatro anos. Lael Brainard, a única governadora democrata da instituição, ficou com a vice-presidência em uma eleição que demonstra um desejo de continuidade.

Em um comunicado, a Casa Branca elogiou "a atuação decisiva do presidente Powell e do Federal Reserve para amortecer o impacto da pandemia e colocar a economia dos Estados Unidos de volta aos trilhos".

Powell garantiu a liderança "durante um período difícil sem precedentes", enquanto "Lael Brainard, uma das principais macroeconomistas de nosso país, desempenhou um papel fundamental no Federal Reserve, trabalhando com Powell para ajudar a impulsionar a forte recuperação econômica de nosso país", disse ele.

Esta é uma decisão delicada para Joe Biden, que está no meio de negociações no Congresso sobre seus planos de investimentos.

Em termos econômicos, é uma das decisões mais importantes do mandato do presidente dos Estados Unidos.

Jerome Powell, de 68 anos, dirige o poderoso Federal Reserve desde 2018. Este advogado bilionário e ex-banqueiro de investimentos foi nomeado governador por Barack Obama em 2012 e presidente por Donald Trump em 2017.

Sua nomeação agora deve ser confirmada no Senado, primeiro pela comissão de bancos e depois no plenário. Deve ter apoio suficiente para ficar à frente do Fed.

Alguns membros da ala esquerda dos democratas disseram, no entanto, que não o apoiariam, considerando sua ação muito tímida em relação às mudanças climáticas.

Lael Brainard, a única governadora democrata do Fed, era sua principal adversária. Biden recebeu os dois na Casa Branca no início de novembro.

Mas seu perfil gerou menos consenso. Suas posições a favor de mais regulamentação bancária e financeira poderiam causar uma rejeição no Senado.

aue-jul/jum/abx/erl/lm/jc

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos