Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    49.251,64
    -3.830,48 (-7,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Biden e Xi conversam na segunda-feira para aliviar tensões

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, vai conversar na segunda-feira virtualmente com o líder chinês, Xi Jinping, com o objetivo de evitar um mal-entendido que poderia levar os rivais a um conflito militar, disse uma autoridade do governo americano.

Most Read from Bloomberg

Embora a cúpula ocorra em um momento de altos riscos para a relação entre os dois países, o governo Biden tem buscado continuamente minimizar as expectativas para a reunião, ao enfatizar que os EUA não pedirão resultados específicos.

As negociações acontecem quando as tensões entre os dois países aumentam em torno de questões relacionadas a Taiwan e restrições às vendas de tecnologia dos EUA para a China. O governo Biden escalou os temas para os presidentes depois de meses de negociações sem sucesso entre oficiais.

Biden e Xi falaram por telefone duas vezes este ano, mas esta é a primeira vez que a conversa está sendo tratada como cúpula. A última cúpula EUA-China em 2019 obteve resultados positivos durante a guerra comercial de Donald Trump justo antes da pandemia. As relações EUA-China mergulharam logo depois em uma série de disputas, que incluíram a origem da Covid-19, direitos humanos em Hong Kong e Xinjiang e ameaças à segurança nacional representadas por empresas chinesas.

No entanto, as tensões diminuíram um pouco após um avanço em uma questão importante para o governo de Pequim: a desistência, em setembro, de procedimentos de extradição no Canadá da diretora financeira da Huawei Technologies, Meng Wanzhou. Os EUA buscavam a extradição de Meng desde o governo Trump, e a questão se tornou um grande fator de tensão nos laços EUA-China.

Em outros tópicos, grupos de trabalho criados por ambos os lados conseguiram avançar no último mês em questões menores que se prolongaram por meses.

A cúpula virtual está marcada para segunda-feira à noite, no horário de Washington (manhã de terça-feira em Pequim). Não é esperada uma declaração conjunta depois da reunião.

Um dos principais fatores das negociações é a necessidade de ambas as partes estabelecerem mecanismos de proteção que garantam que a competição não se transforme em conflito, segundo a autoridade. Biden enfatizará a necessidade de tal abordagem em sua conversa com Xi, embora não esteja claro quais medidas específicas vai sugerir.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos